Better Call Saul Frame by Frame TV

Better Call Saul – 4×02 – Breathe

Better Call Saul

CONTÉM SPOILERS!!!

Normalmente, quando nós respiramos fundo, é com o intuito de acalmarmos os nervos, de nos prepararmos de um momento mais suave. Infelizmente, “calma” é a palavra que não se pode usar neste segundo episódio da quarta temporada de Better Call Saul. E ao contrário do que se pode pensar, isso é mesmo bom!

No episódio desta semana, Jimmy (Bob Odenkirk) começa a sua busca intensiva por um novo emprego; Kim (Rhea Seehorn) faz uma visita à HHM para meter os pratos limpos; e Gus (Giancarlo Esposito) começa a solidificar a sua posição como o próximo líder do submundo do crime em Albuquerque.

Vamos por partes. Uma das partes sólidas do episódio anda em redor de uma entrevista de emprego de Jimmy na posição para vendedor porta-a-porta de uma loja de fotocopiadoras. Por um lado, vermos Jimmy a dar a volta aos seus entrevistadores para conseguir obter o posto. E por um lado, e considerando o turbilhão de sentimentos que Jimmy tem enfrentado em episódios anteriores, este parecia regressar como o encontrámos anteriormente. No entanto, este segmento deixou uma surpresa de última hora que mostra que este não é o mesmo Jimmy, que claramente está a lidar com os eventos mais recentes (nomeadamente a morte de Chuck). E as suas ações neste episódio certamente levantam mais questões do que respostas.

E do outro lado do espectro, temos Kim. E traz consigo umas duras palavras para transmitir a Howard (Patrick Fabian). Rhea Seehorn não é nenhuma estranha no que se toca a ter algumas cenas de destaque em Better Call Saul, tal como já pudemos observar em temporadas anteriores. No entanto, todas essas cenas, em conjunto, pecam quando comparadas com a sua cena desta semana. Esta é uma Kim Wexler que não tem receio de expor a hipocrisia de Howard desde a morte de Chuck. Isto leva a uma última cena entre a advogada e Jimmy que resume a sua relação sem quaisquer trocas de diálogo.

Ainda regressamos ao submundo do crime, e as coisas não parecem estar a melhorar para Nacho (Michael Mando), especialmente considerando os seus feitos na temporada anterior. No entanto, parece que o aspirante a gangster encontrou um adversário à altura na forma de Gus Fring, que depressa o relembra da sua posição frágil.

São momentos tão diferentes em si no episódio em si, mas que encontram um equilíbrio natural. Cada momento de grande impacto fica a ganhar graças às entregas dos seus atores, mas nada disto teria o mesmo efeito se não tivesse a orientação astuta da sua realizadora, Michelle MacLaren (um nome que está claramente ligado a bons episódios de séries como Breaking BadGame of Thrones ou mesmo Westworld).

Podem ler o nosso último Frame By Frame da série aqui.

0 85 100 1
85%
Average Rating

A estreia da quarta temporada de Better Call Saul pode ter sido uma boa rampa de lançamento, mas este segundo episódio revelou-se como um episódio verdadeiramente intenso.

  • 85%

Comments