Goliath Mini-Reviews TV TV

Goliath – Season Finale – 2ª Temporada

Goliath

Billy McBride está de regresso numa temporada recheada de momentos memoráveis, ainda que possa passar ainda despercebida aos olhos de muitos. Goliath é um registo interessante de como ainda pode haver criatividade no mundo da advocacia.

O Melhor:

Billy Bob Thornton é o rosto de Goliath.

A performance do ator transcende a leveza da temática em que se insere. Novas adições como Mark Duplass também injetam a narrativa de algum entusiasmo, mesmo que nem sempre se mantenha constante.

O desenvolvimento de história e a forma como interliga os intervenientes da narrativa acaba por trazer a Goliath algum ar fresco e que nos vai mantendo cativados ao longo dos episódios. Nina Arianda é também um dos pontos fortes da série, que continua a manter uma performance equilibrada e a trazer algum comic relief para os momentos mais densos e dramáticos.

Mas é na forma desavergonhada com que trata as personagens que Goliath ganha ainda mais força, colocando os atores em situações desconfortáveis que, por sua vez, se desafiam a si mesmos para trazer realismo às cenas.

O Pior:

Goliath nunca consegue estabelecer um ponto de equilíbrio.

A série parece carecer de alguma coerência e as personagens vão-se misturando um pouco aleatoriamente, ainda que por vezes, essa intenção transpareça clara.

O enredo por vezes também se desvia do seu rumo, tornando-se algo monótono e que nos faz perder a força em nos agarrarmos a uma personagem em específico. Mesmo assim, Goliath não deixa de ser um exercício de televisão com garra e com performances carismáticas.

Apesar de ter recebido o Golden Globe pelo papel, Billy Bob Thornton e o seu Billy McBride não parecem ter muito mais para contar. Sendo que a série poderá estar em risco de cancelamento. Ainda assim, vale a pena espreitar.

Estado da Série: STAND-BY

Leiam outras Mini-Reviews aqui.

0 75 100 1
75%
Average Rating

Goliath continua a manter uma certa qualidade, ainda que a história faça alguns desvios desnecessários e que comprometem o seu todo, mesmo sendo auxiliado por uma performance abismal de Billy Bob Thornton.

  • 75%

Comments