Frame by Frame Preacher TV

Preacher – 3×04 – The Tombs

Preacher

CONTÉM SPOILERS!!!

No episódio anterior (cuja crítica poderão consultado aqui), Jesse (Dominic Cooper), de maneira a recuperar a confiança dos L’Angelle, prepara-se para reabrir as Tombs, uma arena subterrânea em que os lesados ganham uma oportunidade de recuperar as suas almas perdidas. No entanto, nesse episódio, pouco ou nada se sabia sobre o impacto deste local. Pois bem, este episódio permite responder a essas lacunas.

Este episódio revelou-se como uma das maiores provas que Dominic Cooper, contra tudo e contra todos, é o ator ideal para interpretar Jesse Custer nesta adaptação televisiva das bandas desenhadas de Garth EnnisSteve Dillon. Até agora, testemunhámos algumas facetas de Jesse durante o curso da série. No entanto, já se sabia que se esperaria um lado mais negro do personagem assim que Angelville ganhasse um maior destaque. No entanto, The Tombs mostraram esse lado negro bem à nossa frente. É um lado mais agressivo do personagem que Cooper soube corresponder à altura. Também ajuda quando também obtemos uma espreitadela ao seu passado enquanto host das Tombs quando Angelville estava no seu auge. Um Jesse mais jovem que apenas ansiava fugir daquele mundo, mas que se via preso e que tomava a postura agressiva para poder salvar quem mais amava.

Uma atitude que se repetiu esta semana na atualidade, com a ameaça de alienar os seus maiores aliados da história, Cassidy (Joseph Gilgun) e Tulip (Ruth Negga). Enquanto a última ainda resiste à postura “altruísta” de Jesse, o mesmo não se pode aplicar a Cassidy, com a amizade entre o pregador e o vampiro completamente destroçada. E pudemos ver isso nas cenas em que ambos partilham neste episódio em que passam a trocar palavras duras e trocam punhos e pontapés e golpes baixos. Não posso deixar de discordar da direção que os produtores estão a preparar estes dois amigos, mas mesmo com Cassidy aparentemente fora de jogo, cheira-me que esta rivalidade pode estar longe de terminar.

Entretanto, Tulip passou uma grande fatia do episódio a “aturar” Sabina Boyd (Prema Cruz), a líder da família rival dos L’Angelle. Francamente, esperava de tudo desta nova personagem da série… tirando o facto de esta ser também ex-namorada de Jesse durante os loucos anos da adolescência! Infelizmente, este episódio não soube bem aproveitar esta nova presença sem ser preencher algumas lacunas sobre a louca história do jovem Jesse Custer. E mesmo nessas cenas em que este apresentava uma loucura negra, o jovem já possuía alguma decência no que se tocar a usar as suas trevas internas para proteger quem lhe era mais próximo.

E ao fim de quatro episódio, já temos direito ao primeiro sidestory da temporada. E envolve, nada mais, nada menos, do que o Santo dos Assassinos (Graham McTavish)! Desta vez, o invulnerável pistoleiro do Velho Oeste faz um acordo com o próprio Satanás (Jason Douglas). O acordo: encontrar duas almas que fugiram do Inferno. Em troca deste “serviço”, Satanás devolve-lhe as suas armas para este caçar Jesse. Por um lado, esta sidestory não traz assim tanto interesse uma vez que irá envolver um trio de personagens que não têm um grande impacto para a trama principal (e quem acompanha a série desde o início sabe bem quem serão os outros dois). Por outro lado, se tudo correr como o previsto, é muito provável que o Santo se revele como a peça fulcral para Jesse escapar de Angelville! Vamos ver como corre a série a partir daqui.

Apesar de este episódio tropeçar em diversos momentos, é Jesse Custer, tanto interpretado por Dominic Cooper como Will Kindrachuk que servem de âncora para o capítulo mais negro da temporada até à data. Oxalá a série mantenha esta boa forma de forma consistente.

0 85 100 1
85%
Average Rating

Mais uma vez, Preacher avança por trilhos mais negros, ao mesmo tempo que preenche algumas lacunas e revisita um velho conhecido.

  • 85%

Comments