Frame by Frame Marvel's Luke Cage TV

Luke Cage – 2×13 – They Reminisce Over You

Luke Cage

CONTÉM SPOILERS!!!

Ora aqui estamos nós, para o episódio final desta segunda temporada de Luke Cage. Ao mesmo tempo que se revela como um episódio de despedida (quiçá definitiva) de algumas personagens que marcaram presença desde o primeiro episódio, também possui algumas mudanças, no mínimo, curiosas caso a série seja renovada para uma terceira temporada. Mas antes de lá chegarmos, vamos explorar alguns pontos deste episódio.

Mariah (Alfre Woodard) foi apreendida pelas autoridades no episódio anterior. Um momento satisfatório para os nossos heróis – e se calhar para os fãs da série – mas que foi pautado por uma ameaça: sem um Stokes a governar o submundo do crime em Harlem, o caos irá espalhar-se. Dito e feito, a cidade torna-se embrenhada numa onda de crime e caos que nem a polícia, nem Luke (Mike Colter) estão a conseguir dar vazão. No entanto, Luke recebe uma proposta indecente que o faz repensar os seus métodos de combater o crime em Harlem.

Ao contrário dos episódios anteriores, que tiveram um bom casamento entre o drama heróico e as cenas de ação repletos de coreografias, este episódio foi mais calmo em termos comparativos. Claro que teve direito a exibições de ação mais negros que o habitual, mas serviram o seu propósito de ilustrar o lado caótico de Harlem neste ponto. Este episódio foi mais “quieto” que o habitual, preferindo focar-se nos nossos personagens principais e recorrentes.

Ainda que esteja encarcerada, consegue-se sentir a influência de Mariah dentro e fora das grades, seja a tentar “arrumar” a casa através de atos horrendos na cidade de Harlem ou nos momentos em que conspira com o seu advogado. E é neste segundo grupo que a personagem se sobressai, uma vez que entra em contacto direto com aqueles mais “chegados” e culmina em cenas palpáveis que conseguem redimir brevemente todos os atos hediondos que esta cometeu nesta temporada e na anterior.

O grande enigma do episódio, though, pairou sobre o próprio Luke Cage. Apesar das suas boas intenções (e de respeitar a sua lei de “não matar”), este começou a notar que os seus métodos não surtiram os efeitos desejados. Isto culmina numa ação, no mínimo, curiosa para o futuro próximo. Uma ação que, certamente, não deixará ninguém indiferente, nem mesmo os seus aliados mais próximos.

No entanto, existe o problema de Tilda (Gabrielle Dennis), que aqui se torna numa vilã. Esta mudança faria sentido se, apesar de tudo o que esta assistiu nesta temporada, ainda tivesse boas razões para mudar de lado. No entanto, até agora, nada justifica esta mudança radical. Ainda que a sua decisão tenha serviço como uma espécie de “justiça poética”, simplesmente não possui aquele investimento social.

Leiam o nosso Frame By Frame anterior aqui.

0 76 100 1
76%
Average Rating

E assim finda, mais uma temporada de Luke Cage, numa temporada que abre portas para um futuro curioso, mas que ainda possui alguns problemas por resolver.

  • 76%

Comments