Frame by Frame Marvel's Luke Cage TV

Luke Cage – 2×12 – Can’t Front on Me

Luke Cage

CONTÉM SPOILERS!!!

Três histórias diferentes, um elemento que os liga. Este penúltimo da segunda temporada de Luke Cage comprometeu-se a colocar as várias situações em pratos limpos, ainda que a sua execução tenha deixado um pouco a desejar.

Harlem começou a ser afetada por uma nova droga, denominada por “Bushmaster”. Face a este novo problema, Luke Cage (Mike Colter) começa a colocar as mãos à obra. No entanto, este não é o único a querer fazer frente a Mariah (Alfre Woodard), com Bushmaster (Mustafa Shakir), sem nada a perder, prepara-se para executar a sua muito aguardada vingança, e Misty (Simone Missick) e Shades (Theo Rossi) a unirem esforços para encontrar uma maneira de prender Mariah pelos seus crimes cometidos.

Regra geral, os penúltimos episódios de uma temporada servem para preparar o palco para as emoções finais de uma série. E embora tal se tenha registado nos momentos finais deste episódio, a verdade é que a sua execução deixou bastante a desejar. Por exemplo: numa fase inicial, e numa tentativa de limpar com o tráfico da nova droga, foi interessante vermos Luke e Bushmaster a unirem esforços. No entanto, este segmento foi descartado por completo no momento em que Mariah entra de rompante. Vermos um herói a namorar a ideia de matar aquele vilão irritante já se tornou um elemento comum neste género. Tão comum que até se torna problemático vermos esta dicotomia a ocorrer no ecrã. Dito isto, vermos Luke a ter este conflito interno seria interessante… se não estivesse a ser pressionado durante uma temporada inteira!

Outro elemento mais fraco foi o de Shades e Misty, que consistiu meramente no recontar de eventos anteriores da série através da experiência de Shades. Este segmento poderia ter sido mais poderoso em termos emocionais se Shades tivesse mostrado mais um lado que não o do sádico com um sorriso matreiro e que teima em usar óculos de sol em salas escuras! Estranho, no mínimo.

Mas, há que dar mérito ao episódio aonde é merecido. E apesar de não ser tão action-packed como os episódios anteriores, os vários momentos presenciados provaram que a série continua a ser uma adepta a mostrar cenas de ação com uma coreografia invejável. Seja o team-up inicial entre Luke e Bushmaster ou o combate four-way no final do episódio, existe um pouco de tudo para todos.

Leiam o nosso Frame By Frame anterior aqui.

0 66 100 1
66%
Average Rating

Com a temporada a chegar ao fim, este penúltimo episódio de Luke Cage dá-se ao trabalho de tentar encerrar as pontas soltas. Ainda que tenha deixado um pouco a desejar.

  • 66%

Comments