Frame by Frame Marvel's Luke Cage TV

Luke Cage – 2×06 – The Basement

Luke Cage

CONTÉM SPOILERS!!!

Intensidade. Revelações. Twists. Houve de tudo um pouco neste episódio de Luke Cage. E nós, como fãs, não podíamos estar mais agradados.

Após o desfecho chocante do episódio anterior, Bushmaster (Mustafa Shakir) faz a sua jogada, enviando os seus homens atrás de Luke (Mike Colter) e Piranha Jones (Chaz Lamar Shepherd): Misty (Simone Missick) tenta lidar com as repercussões das suas ações menos nobres; Mariah (Alfre Woodard) começa a sentir o cerco a fechar-se sobre si; e uma missão de Shades (Theo Rossi) e Comanche (Thomas Q. Jones) leva a uma revelação sobre o passado dois homens de Mariah.

Quem diria que colocar personagens em espaços confinados conseguiria ser uma estratégia vencedora no que se toca a desenvolvimentos das mesmas? Vimos isso nas cenas entre Luke e Piranha, por exemplo. Luke permaneceu muitas vezes sem proferir palavras sobre o seu passado trágico; o mesmo já não se pode aplicar a Piranha. Desde que foi introduzido na série, este personagem revelou-se como uma personalidade excêntrica e, tal como muitos profissionais de Wall Street, um bocado vigarista, podendo virar-se contra os seus clientes para o seu proveito próprio num abrir e fechar de olhos. No entanto, se há algo que podemos retirar deste segmento, é que as aparências podem iludir. E é esse o caso de Piranha. Aqui, o personagem ilustrou o seu passado também ele trágico, fruto de um caso amoroso sem qualquer futuro e que lutou para chegar ao estatuto onde se encontra. Pode ter incorrido em alguns clichés, claro, mas não deixa de ser uma ferramenta interessante para ilustrar que nem sempre conhecemos uma personagem a fundo.

O mesmo se pode aplicar à dupla Shades-Comanche. Numa tentativa de encontrar Piranha, os dois subordinados de Mariah fazem uma espera na barbearia de Luke. Sentados um contra o outro, de armas em riste, à espera de um homem que poderá não aparecer, os dois ex-reclusos da prisão de Seagate começam a trocar os seus pareceres sobre os eventos que ocorrem à sua volta. Um momento inesperadamente sentido entre RossiJones que conclui com um pequeno detalhe discreto que fala mais alto do que dito de forma direta.

Menos bem esteve Mariah neste episódio. Prestes a perder tudo num estalo de dedos, a personagem está a começar a revelar as suas fragilidades mentais. Apesar das suas boas vontades para com a comunidade de Harlem, esta está a começar a sentir na pele a pressão de não conseguir cumprir com essas mesmas ambições socio-políticas. Poderá este ser o momento em que Mariah Dillard se tornará verdadeiramente numa Stockes, uma família ligada intimamente ao submundo do crime organizado? Apesar de não ter ainda uma resposta concreta, tudo aponta para essa direção semi-obrigatória.

Quem também esteve bem neste episódio foi Misty, que começou a sentir o peso das suas ações no episódio anterior. Com um sentido de culpa bem vivo, e através de uma confissão com um velho amigo, a personagem chega a uma conclusão que irá mudar a sua vida por completo, mas trata-se de uma decisão que tem a sua naturalidade.

Mas não se preocupem, também temos direito a um pouco mais de Bushmaster pelo meio do episódio. Já foi dito anteriormente que o gangster jamaicano revelou-se como uma caixinha de surpresas, não só demonstrando capacidades físicas capazes de rivalizar com Luke, uma personalidade intensa que o tornam num vilão a temer, mas também com um lado enternecedor para com a sua comunidade de Brooklyn. No entanto, este episódio deixou bem patente que Bushmaster é um homem consumido por um sentido de vingança palpável, capaz de deixar Nova Iorque a arder se isso significar a morte dos seus inimigos. Este também protagonizou um momentos esperado desde a sua introdução na série, momento esse que de certeza que trará profundas ramificações para o resto da temporada.

Leiam o nosso Frame By Frame anterior aqui.

0 80 100 1
80%
Average Rating

Um episódio que se pode resumir a espaços fechados, fica a prova que as personagens de Luke Cage conseguem surpreender-nos episódio atrás de episódio.

  • 80%

Comments