Killing Eve Mini-Reviews TV TV

Killing Eve – Season Finale – 1ª Temporada

Killing Eve é uma prova positiva de que, se invertermos o roteiro e permitirmos que as mulheres assumam papéis tradicionalmente ocupados por homens, os resultados podem ser cativantes.

A história é simples: uma espiã britânica chamada Eve Polastri (Sandra Oh) persegue uma assassina internacional chamada Villanelle (Jodie Comer). Mas isto é muito mais do que um jogo de gato e rato.

O MELHOR

Nesta história policial, pessoas são mortas, carreiras terminam, casamentos são arruinados, e a série não recua nem um pouco das consequências de tudo isso, mas consegue manter-se leve e alegre.

Villanelle, apesar do seu papel como assassina, possui uma elegância extrema nos seus afazeres, mostrando uma atuação intelectual e requintada. Do outro lado do enredo, mas de forma nenhuma distante, está Eve, contratada por uma divisão oculta do MI5 para investigar e encontrar Villanelle. E é exatamente neste ponto que a série ganha toda a sua força.

A série exibe também um excelente roteiro que se desenvolve episódio a episódio, com um crescimento de acontecimentos que transformam as personagens das maneiras mais absurdas possíveis; contudo, com uma extrema naturalidade. Ao início, existe um certo suspense em busca de algo desconhecido, algo que nenhuma das personagens sabe exatamente o quê. À medida que a série se desenrola, esse desconhecido permanece, mas deixa de ser o foco. A partir daí, somos arremessados para dentro das confusas relações pessoais, responsáveis por revelar muito sobre cada um delas.

A direção e a trilha sonora são impecáveis em todos os momentos, em todas as aparições e em cada um dos cenários uma nova atmosfera é criada.

O PIOR

No entanto, quando a série precisa de um momento emocional, esse cai sempre com demasiada força. Pode ter chegado a um ponto em que esse truque parou de funcionar. No entanto, de certa forma Waller-Bridge conseguiu, e muito bem!, compensá-los com as suas contantes reversões em tom e ritmo.

Mas esta temporada foi tão surpreendente, tão divertida e tão cheia de vida que não me preocupo com o como ou quando do momento. Só me resta dar a Bridge um longo e alto aplauso.

Killing Eve encerrou a sua temporada com um mar de possibilidades para a segunda, já confirmada. Em suma, não sabemos o que esperar, mas vamos roendo as unhas de ansiedade e com a certeza de que coisa boa vem aí.

Estado da série: RENOVADA

0 97 100 1
97%
Average Rating
  • Sem dúvida que Killing Eve é uma série de sucesso. Um thriller de espionagem excêntrico, divertido e violento. E, tal como seria de esperar, esta temporada acabou de forma espetacular.
    97%

Comments