Elencos de Sonho Rubricas

Elencos de Sonho: Fullmetal Alchemist

ESTE ARTIGO CONTÉM SPOILERS!!!

Fullmetal Alchemist Brotherhood é considerado um dos melhores animes deste século. É uma história de emoções fortes que já teve uma adaptação para cinema (podem ler a crítica aqui). Edward e Alphonse Elric são dois irmãos que, após tentarem ressuscitar a sua mãe quando esta falece, sofrem terríveis consequências e ingressam numa aventura em busca da Pedra Filosofal. Diz-se que este artefacto contém propriedades que poderão ajudá-los a recuperar o corpo de Alphonse, cuja alma está aprisionada numa armadura de cavaleiro, e os membros de Edward que desapareceram como consequência dos seus atos.

No Elencos de Sonho deste mês idealizámos uma adaptação para cinema deste anime, ainda que tenhamos plena consciência que este é quase impossível de transpor para o grande ecrã de forma fiel e competente. Mesmo sendo algo quase infilmável, selecionámos um grupo de atores e atrizes que consideramos ser adequados para os papéis principais de uma hipotética adaptação norte-americana.

Principais:

Edward Elric – Tom Holland

Edward é um guerreiro destemido, ainda que não lhe escape um excelente sentido de humor. É uma personagem divertida e com grande agilidade física e para o seu papel Tom Holland, que pode ser visto recentemente em Spider-Man: Homecoming (crítica aqui), parece reunir as características ideais para interpretar o protagonista. É infantil, hiperativo e com uma veia humorística adequada para o feito.

Fullmetal Alchemist

Alphonse Elric (Corpo) – Taron Egerton/ (Voz)  – Maxwell Jenkins

Aqui temos um caso peculiar que poderá gerar discórdia e que não foi fácil encontrar as respetivas soluções. Como Alphonse Elric perde o seu corpo físico e vê a sua alma presa a uma armadura de cavaleiro, necessitaríamos de dois atores responsáveis para trazer Alphonse à vida no grande ecrã. Pensámos em Taron Egerton como corpo adulto de Alphonse; o ator de Kingsman: The Secret Service (crítica aqui) é carismático e reúne os aspetos mais importantes da personagem, quer física e psicologicamente. Ainda teríamos o “requisito” de o sujeitar a um motion capture para trazer a mais famosa armadura televisiva para a tela.

Fullmetal Alchemist

No entanto, como sabemos, Alphonse é ainda uma criança e a sua voz durante praticamente toda a duração do filme (até ao seu final onde vemos uma versão adulta do mesmo), bem

Fullmetal Alchemist

como as curtas presenças da forma física enquanto Edward viaja para o reino da “Verdade” e vê o corpo frágil do seu irmão. Pensámos em Maxwell Jenkins, ator que pode ser visto recentemente na adaptação de Lost in Space da Netflix. A sua doçura e talento são, sem dúvida, o que o distingue dos demais atores da sua geração.

Winry Rockbell – Madison Iseman

Winry é uma jovem de armas. Ao contrário do típico cliché de interesse amoroso, Winry apoia os nosso heróis durante a sua jornada e é uma dedicada e experiente mecânica de automail. Com um sentido de humor divertido e um temperamento explosivo (num bom sentido), Winry vai crescendo ao longo dos episódios como personagem, cativando quase que instintivamente o público. Para o seu papel, Madison Iseman, que podemos ver no remake moderno de Jumanji, seria a escolha ideal. Possui o carisma certo e encontra-se numa idade em que novos projetos deste calibre seriam perfeitos para projetar a sua carreira.

Fullmetal Alchemist

Roy Mustang – Joseph Gordon-Levitt

Roy Mustang é provavelmente a personagem mais badass deste anime. O alquimista do fogo é ponderado, duro e impiedoso. No entanto, também possui um lado doce, camuflando a sua faceta autoritária, assim que começa a ganhar confiança com os que o rodeiam. Para interpretá-lo, a postura sensata e serena de Joseph Gordon-Levitt, ator de (500) Days of Summer, assentaria que nem uma luva (pun intended) à personagem.

Fullmetal Alchemist

Scar – Tom Hardy

Chegámos aos “pesos pesados”! A personagem de Scar é uma que simboliza a frieza do trauma, da perda e da solidão. É um guerreiro nato, forte e com uma atitude desprezível na maioria das vezes. Mas também vai amolecendo ao longo dos episódios, quebrando o seu caráter frio e revelando uma personalidade dócil, ainda que distante. Para o interpretar? Nada mais, nada menos que Tom Hardy! As semelhanças físicas aliadas à tenacidade e ao à vontade do ator para papéis do género tornam-no a escolha perfeita.

Fullmetal Alchemist

Ling Yao – Ezra Miller

Ling é uma personagem muito diferente do habitual. Tem um sentido de humor único, irreverente e, para um príncipe, é bastante desleixado. Para captar a essência de Ling, Ezra Miller (o The Flash de Justice League) possui as características mais aproximadas à personagem, conseguindo certamente trazer as transformações que Ling vai passando ao longo dos episódios com perícia.

Fullmetal Alchemist

Homunculi:

Os homunculi são seres humanos artificiais com poderes únicos e extremamente perigosos. São um produto de ódio da Pedra Filosofal (para serem criados são necessárias almas humanas) e foram criados à imagem dos sete pecados mortais. São personagens exigentes, com personalidades muito peculiares, uns mais astutos que outros, mas que iriam certamente tornar-se cativantes para uma série de atores os interpretarem.

Lust – Eva Green

Começando com a bela Lust (Luxúria), esta é provavelmente uma das escolhas mais fáceis do panorama de Hollywood. Eva Green, que conhecemos de papéis bizarros e exigentes era, definitivamente, a escolha mais acertada para trazer Lust para o ecrã. Em Penny Dreadful, Eva Green brilhou, já para não falar que o seu reportório foca-se sempre em mulheres poderosas, tenazes e sempre com um certo toque de insanidade.

Fullmetal Alchemist

Gluttony – Jonny Coyne

Gluttony (Gula) é o homunculus mais linear de personalidade, sendo que as suas falas são quase sempre curtas e quase sempre “esfomeadas”. A aparência do ator encarregue de o trazer à vida é essencial para criar fidedignidade com o papel. Jonny Coyne, visto recentemente em Preacher, possui a estatura física adequada e certamente estaria à altura do desafio. Apesar da sua aparência tosca, Gluttony tem um poder imprevisível e é absolutamente irracional quando ataca, tornando-se um adversário letal.

Fullmetal Alchemist

Envy – Jared Leto

Envy (Inveja) é um dos homunculus mais complexos de todo o universo de Fullmetal Alchemist. É um ser assexuado (ninguém consegue determinar se as características físicas de Envy são masculinas ou femininas) que tem a capacidade de assumir diversas formas. No entanto, é precisamente aquele inimigo que nunca é linear na sua conduta. Da mesma forma que é difícil determinar o sexo da personagem, também a sua psicologia é ambígua e as transformações que vão ocorrendo dentro de Envy necessitam de um ator que consiga ser camaleónico para interpretar este vilão. Jared Leto, vencedor de um Óscar por Dallas Buyers Club, seria uma escolha interessante. O ator assume a personagem como um todo, não tendo receio de arriscar em se embrenhar numa teia de emoções complexas que tanto definem Envy.

Fullmetal Alchemist

Wrath/King Bradley – Tom Selleck

Wrath (Ira) é implacável. Ludibria o espectador desde o início, fazendo-o acreditar que é bem intencionado, mas que depois se revela um inimigo extraordinariamente perigoso, com uma conduta ponderada e de liderança. Tom Selleck poderá não ser um ator muito afamado pelos seus dotes performativos, mas talvez aqui, ao interpretar uma personagem mais exigente (e com quem partilha parecenças físicas inegáveis), consiga finalmente um papel digno e que o faça assumir-se como um ator sólido e versátil.

Fullmetal Alchemist

Greed – Zachary Quinto

Zachary Quinto é um conhecido dos fãs de Star Trek e de American Horror Story. É um ator que abraça as oportunidades e fá-lo com versatilidade. Tanto pode ser calmo como um Spock, como absorve a excentricidade de personagens mais exigentes como seria o caso de Greed (Ganância), o homunculus que difere de todos os restantes. A certa altura seria difícil determinar se Quinto estaria apto para o desafio, já que Greed recebe várias transformações ao longo da temporada, mas, pelo menos, seria um rosto que se iria esforçar para ser fiel ao registo.

Fullmetal Alchemist

Pride/Selim Bradley – Jacob Tremblay

Numa nota pessoal, Pride (Orgulho) é uma das personagens mais interessantes de todo o anime. Isto porque, não só é um dos homunculus mais poderosos (inclusive, foi o primeiro a ser criado), como é o mais exigente em termos performativos. Falamos de um plot twist que arrasa todos os espectadores que embarcam na viagem de Fullmetal Alchemist: uma criança que é de aparência doce, mas com intenções malignas e absolutamente cruéis. Pride é implacável, esconde-se nas sombras que são, também, a sua arma. É calculista, estratega e extremamente matreiro. Dos poucos atores juvenis que conhecemos, talvez o mais competente e apto para trazer Pride para o ecrã seria Jacob Tremblay, o pequeno Jack do filme vencedor de Óscar Room. Tremblay nasceu para a grande tela e, se haviam dúvidas de que um ator de tenra idade nunca conseguiria superar um adulto, vejam só Room e tirem as vossas conclusões.

Fullmetal Alchemist

Sloth – Hafþór Júlíus Björnsson

Sloth (Preguiça) é um homunculus, tal como Gluttony, de poucas falas e de força bruta. O seu QI é aproximado ao de uma ervilha, e a sua lentidão é uma marca inconfundível do pecado. Não seria necessário um ator muito versátil, mas precisaria de ter um físico imponente. Portanto, o caro The Mountain de Game of ThronesHafþór Júlíus Björnsson, seria a escolha perfeita.

Fullmetal Alchemist

Father/Van Hohenheim – Liam Neeson

Por fim, o grande nome que lidera os homunculi, e a quem eles dirigem como “Pai”, é Van Hohenheim que é, também, o pai dos nossos heróis. A complexidade destas duas personagens (sim, são personagens distintas, mas com a mesma aparência) seria algo bastante exigente a quem assumisse as rédeas da sua representação no ecrã. Com o timbre de voz adequado e uma postura extremamente serena e, no entanto, letal, é Liam Neeson. O ator de The Grey e de Schindler’s List precisava de regressar a papéis mais profundos e afastar-se do seu registo de “estrela de ação” por uns tempos. Esta seria uma oportunidade única.

Fullmetal Alchemist

Secundários:

Depois dos homunculi, há ainda uma série de personagens que, mesmo não sendo principais, seriam obrigatórios de aparecer numa nova versão cinematográfica para que o universo de Fullmetal Alchemist fosse retratado com precisão.

Kimblee – Tom Hiddleston

Kimblee é insano. É um veterano de guerra com intenções maliciosas e que está na posse de uma Pedra Filosofal, tornando-o mortífero. Ninguém saberia lidar com ele tão bem quanto Tom Hiddleston, visto que Kimblee acaba por ter uns traços de personalidade de Loki, personagem que Hiddleston interpreta em Thor e Avengers.

Fullmetal Alchemist

Riza Hawkeye – Margot Robbie

Riza é uma mulher com garra que acompanha as forças militares no meio de homens. É uma mulher determinada, inteligente e leal. Não se deixa abater por qualquer situação e tenta ajudar sempre que é necessário. Margot Robbie tem a beleza e o carisma necessário para a personagem, embora tenhamos noção que o caché teria de ser bastante abastado para colocá-la num papel mais secundário.

Fullmetal Alchemist

Alex Armstong – Dwayne “The Rock” Johnson

Ora aqui está um papel invulgar que atribuiríamos à estrela de ação Dwayne Johnson! Armstrong é, digamos, especial. É um homem musculado, possante e intimidante, mas a sua personalidade é doce e afável e é tão amistoso quanto o gigante de BFG. Isto iria ser certamente um desafio para o ator de Pain and Gain, a quem estamos habituados a ver em papéis sisudos e arrogantes, típicos do cinema de ação que faz com frequência.

Fullmetal Alchemist

Olivier Armstrong – Jennifer Lawrence

Ao contrário do seu irmão, Olivier é uma mulher de postura arrogante e autoritária. Não está para afetos nem para sentimentalismos. É uma líder impetuosa e ponderada e não tem medo de se envolver no meio da ação. Jennifer Lawrence possui a atitude certa, já para não falar que é versátil em tudo o que faz, não tivéssemos já essa certeza pelos seus papéis em The Hunger Games ou Winter’s Bone.

Fullmetal Alchemist

Maes Hughes – Colin Farrell

Podemos pensar que Maes Hughes seria uma personagem que qualquer ator poderia interpretar. No entanto, ele é mais importante do que podemos pensar. É ele quem desencadeia a componente dramática de Fullmetal Alchemist e, apesar de ter um temperamento dócil e divertido, é também um homem inteligente e o primeiro que começa a aperceber-se do que está realmente a acontecer em Amestris. Merece, pelo menos, que o ator consiga acompanhar os seus maneirismos. Colin Farrell, que conhecemos de In Bruges e tantos outros filmes, é a nossa escolha. Pode não ser a melhor, mas conhecendo o reportório do ator, parece uma decisão sensata.

Fullmetal Alchemist

Fu – Jet Li

Embora esta fosse uma possibilidade muito mas muito remota (como todas as outras, na verdade), e dado o estado débil em que o ator se encontra de momento, Jet Li como Fu era quase perfeito. Fu é um “velhote” com uma genica incrível! Ele salta, pula, corre à velocidade do vento, como um verdadeiro ninja. É admirável com a idade que tem que esteja com tanta pujança para a ação, algo que já é tão intrínseco a Li que seria matéria de sonho.

Fullmetal Alchemist

Lan Fan – Zhang Ziyi

Ao lado de Fu, Lan Fan é também uma das personagens secundárias mais carismáticas e relevantes. A protetora de Ling é, tal como Fu, uma ninja admirável e tem um destino atribulado ao longo dos episódios. Dada a sua beleza e aptidão para as artes marciais, Zhang Ziyi, estrela de House of the Flying Daggers, certamente iria trazer Lan Fan da melhor forma para o ecrã.

Fullmetal Alchemist

Izumi Curtis – Michelle Yeoh

A sensei de Edward e Alphonse é uma das personagens mais extraordinárias do anime (numa opinião pessoal). É uma mulher amargurada, com quem partilha um passado tenebroso como os dois irmãos, mas que vê a sua oportunidade de redenção ao treiná-los e ao protegê-los. É também uma mulher com um temperamento explosivo, mas sabe moderar as suas atitudes em função de quem lhe é mais querido. Michelle Yeoh, que conhecemos de Crouching Tiger, Hidden Dragon, é inquestionavelmente a melhor escolha para o papel, dado o seu histórico de combate na maioria dos filmes em que surge.

Fullmetal Alchemist

Tim Marcoh – J. K. Simmons

Tim Marcoh era uma personagem aparentemente sem muito relevo no início. Foi ganhando mérito e foi construindo o seu lugar dentro da vasta narrativa de Fullmetal Alchemist. É um cientista que esteve envolvido na criação da Pedra Filosofal e um que se arrepende de o ter feito, optando por ajudar os nosso heróis na sua jornada. J.K. Simmons poderá ser um nome de grande calibre para um papel pouco exigente, mas seria delicioso vê-lo a tentar.

Fullmetal Alchemist

May Chang – Maisie Williams

May Chang é provavelmente a personagem mais difícil de transpor para o ecrã. É uma menina de tenra idade, acompanhada por um “gato estranho” (um adorável panda anão), e com uma agilidade física anormal para uma criança da sua idade. Como colocar uma criança a dar pinotes e cambalhotas e a dar uns murros poderosos em homens adultos não é algo que seja “entregue de bandeja”. Portanto, decidimos dar-lhe um pouco mais de idade, e a estrela para a interpretar seria, nada mais, nada mesmo, que Arya Stark herself! Maisie Williams provou ser uma jovem com queda para a ação, já que em Game of Thrones isso é algo que a acompanha regularmente. São livres de discordar, mas pensamos que seria até uma aposta curiosa para ver até que ponto uma May Chang mais madura seria uma boa adição à história.

Fullmetal Alchemist

Pinako Rockbell – Judi Dench

Pinako Rockbell não é uma personagem que apareça com frequência, mas tem fortes relações com as origens dos protagonistas. É importante que lhe seja dada atenção, até porque ela consegue ser um excelente comic relief e não deixa de ser uma personagem com garra, ainda que por breves momentos. Judi Dench não teria qualquer dificuldade em interpretá-la, e é uma grande senhora do cinema, que todos conhecemos como a M de James Bond.

Fullmetal Alchemist

Dr. Knox – Michael Kelly

Dr. Knox também apareceu mais tarde na temporada, mas conquistou-nos logo no momento em que estreou! Tem um feitio complicado, muitas vezes até podemos dizer arrogante, mas esconde, claro, uma doce faceta de bom samaritano, sendo que ajuda os nossos heróis com alguma frequência, embora estes lhe estejam constantemente a destruir a casa! Michael Kelly, de House of Cards, era o ator perfeito para o trazer à vida, já que é um ator versátil e empenhado.

Fullmetal Alchemist

Maria Ross – Natalie Portman

Por fim, Maria Ross é daquelas personagens que é essencial na narrativa. Ela é o ponto de viragem inicial para a ação de Fullmetal Alchemist tomar o rumo que toma. A nível físico (e performativo), Natalie Portman era mais que perfeita! Talvez um nome deste calibre a interpretar um papel tão secundário possa parecer desperdício, mas, sinceramente, who cares?! Natalie rocks!

Fullmetal Alchemist

Estas são as nossas escolhas… mesmo que não concordem, deixem em comentário as vossas sugestões. Sabemos que este Elenco de Sonho é meramente… bem… de sonho! Mas com o constante aumento de remakes e reboots, quem sabe até não acertaremos nalguns!

Comments