Fear The Walking Dead Frame by Frame TV

Fear the Walking Dead – 4×06 – Just In Case

just in case

Just In Case carregava nas costas o peso de manter o nível de qualidade de Laura e Buried. Não era fácil, diga-se em sua defesa. E, sejamos francos, o episódio “bateu” um bocadinho “na trave”.

CONTÉM SPOILERS!

Sobre “Just in Case”.

O episódio continua na linha do que tem sido esta temporada, usando e abusando do flashback.

O passado

Em mais um salto ao passado, são-nos dadas mais umas peças do puzzle que são os eventos que ocorreram no estádio. O foco integral é Naomi (Jenna Elfman), que vai tentando sempre fugir do grupo. Quase parece patológico.

Naomi acaba por levar Madison (Kim Dickens) e Strand (Colman Domingo) a um abrigo da FEMA, onde vivera durante um tempo. Aí ela acaba por confessar a forma como perdeu a filha bem como ficamos a perceber que foi a forma como a perdeu que levou ao colapso do abrigo da FEMA.

A acção desta fase do episódio é muito bem construída, a fazer lembrar as primeiras temporadas de The Walking Dead, o que é uma das grandes virtudes desta série.

Segredos e Tabus

Ao mesmo tempo tivemos também pequenas menções ao que sucedeu com Madison e Strand depois da explosão da barragem. Algo que quase não foi mencionado. É quase como se os showrunners actuais quisessem que o público se esquecesse do que se passou no final da temporada anterior.

É por demais evidente que a série está a fazer tudo por tudo para manter o mistério sobre o que se passou no estádio, nomeadamente com Madison, e sobre a verdadeira identidade de Naomi. Isto não é mau, mas o que é demais enjoa. Começa a ser muito fumo e pouco fogo à volta de Naomi. Já todos percebemos que Naomi não é o que parece ser. Manter o disfarce por mais tempo, assumindo que o é, pode tornar-se enfadonho.

O Presente

No presente, Dorie (Garret Dillahunt) embosca um dos Vultures. Sempre com o foco do plano no homem, este foi um bom momento da série em termos técnicos. Um bom jogo entre fotografia e áudio. Morgan (Lennie James) acaba por evitar que Dorie matasse o Vulture. Algo que acabaria por jogar contra ele no final.

John e Morgan
John e Morgan

No final, também no presente, O grupo de Alicia (Alycia Debnam-Carey), Strand (Colman Domingo), Luciana (Maggie Grace) e Al (Maggie Grace), têm a emboscada montada. Morgan e John chegam para evitar um banho de sangue. Logo a seguir chega um exército de Vultures. Todos convergiram para o mesmo ponto e a tensão está ao máximo. No último momento, Naomi surge para surpreender todos… Aparentemente está do lado dos Vultures. Alicia aponta a arma para ela, John mete-se no meio e acaba atingido.

Alicia tem Naomi na mira
Alicia tem Naomi na mira

Conclusão

Gostei de alguns aspectos do episódio. Mas tenho de ser honesto e afirmar que foram mais os que não gostei do que os que gostei.

Sou incondicionalmente fã da fotografia da série. Maravilhosa na primeira temporada. Depois foi-se banalizando e nesta temporada voltou ao que era.

Confesso-me cansado quanto ao mistério todo em volta de Naomi. Espero ver um payoff disso para breve…

Gostava também que, finalmente, fosse abordado aquele intervalo de tempo entre a barragem e o estádio. Não é a prioridade agora, admito, mas não gosto de pontas soltas. Rouba solidez.

E o final pode ter ferido de morte a série. John é das melhores personagens do universo The Walking Dead. Espero que não morra. A sinopse do próximo episódio deixa entender que está a lutar pela vida, esperemos que vença. Seria muito mau que não acontecesse. Que sentido teria a introdução de John se morresse agora sem um impacto maior na série? Um personagem com um potencial enorme e sem ele, Morgan fica com o peso dela nas costas.

Vultures
Vultures

Em suma, Just in Case parece ter sido um leve acidente de percurso na temporada. Pelo que está para trás, a série ainda tem créditos. Mas acho que está tudo dependente da vida ou morte de John Dorie.

0 73 100 1
73%
Average Rating
  • 73%

Comments