Frame by Frame Riverdale TV

Riverdale – 2×22 – Chapter Thirty-Five: Brave New World

Riverdale

CONTÉM SPOILERS!!!

Demorou um bocado a chegar, mas eis que chegámos ao final da segunda temporada de Riverdale com Brave New World, um episódio que se resume a atar as várias pontas soltas da temporada, além de deixar algumas dicas valiosas do que nos está reservado para a seguinte.

A saga do Capuz Negro, o serial killer que atormentou a cidade, pode ter chegado ao fim, mas ainda existem alguns mistérios por resolver: o segundo Capuz Negro; o próximo passo do esquema malicioso de Hiram (Mark Consuelos); a corrida presidencial entre Fred (Luke Perry) e Hermione (Marisol Nichols); o estado lastimável em que os Southside Serpents se encontram neste… A lista simplesmente continua.

O episódio focou os seus maiores esforços em tentar resolver tudo o que tinha para resolver, no menor tempo gasto possível. Por isso, este season finale revelou-se com um ritmo mais frenético ao que Riverdale nos habituou durante a temporada INTEIRA. Portanto, o episódio fez constantes saltos entre eventos que já nos tínhamos esquecido que tinham ocorrido, só para os resolverem de uma forma tão ríspida.

Mas não quer dizer que Brave New World não tivesse os seus bons momentos. E esses momentos foram protagonizados pelo “Quarteto Fantástico” da série. Betty (Lili Reinhart) continua a recuperar mental e emocionalmente do plot twist do episódio anterior, mas fazendo progressos de como lidar com o trauma e de tentar evitar-se tornar-se numa pessoa má; Veronica (Camila Mendes) faz frente ao seu pai de uma forma direta, o que a atira para uma nova posição interessante para a temporada seguinte; Jughead (Cole Sprouse) tenta fazer os (im)possíveis para tentar salvar os Southside Serpents da extinção; e Archie (K.J. Apa), bem, faz o melhor que só Archie consegue fazer.

Cada um dos membros do quarteto pode ter gozado de momentos de destaque isolados, mas o episódio só ficou a ganhar quando os quatro se uniram por causas comuns e, desta forma, obtiveram uma espécie de entendimento após uma temporada inteira com a dinâmica alterada. É um ponto positivo a série estar a regressar à velha dinâmica leve que marcou o grupo durante a temporada inaugural.

Mas é claro que Riverdale não seria a série que tanto conhecemos se não tivesse um twist final inesperado. E de certa forma, este episódio cumpriu com o seu dever de apanhar os fãs completamente desprevenidos. Agora é uma questão de tempo até vermos como a série irá encontrar uma saída desta situação.

Até lá, boas séries!

0 60 100 1
60%
Average Rating

Riverdale encerrou a sua segunda temporada com este episódio que traz a velha dinâmica de volta, pecando, por sua vez, com um ritmo mais acelerado que o habitual.

  • 60%

Comments