Mini-Reviews TV Modern Family TV

Modern Family – Season Finale – 9ª Temporada

Com mais um final de deixar uma lágrima no canto do olho, Modern Family chega ao final da sua 9ª temporada. Tal como foi dito na review ao midseason finale desta temporada, a série mantém-se mesmo fiel a si mesma.

O MELHOR:

A performance de todas as personagens ao longo da série. Todas as personagens estão muito bem desenhadas e nunca sentimos nenhuma mudança que desiluda. Claro que se tivermos de dar destaque a alguém, penso que é unânime, é a Phil Dunphy (personagem interpretada por Ty Burrell).

Mais uma vez, Modern Family aproveita o seu reconhecimento no meio para abordar temáticas actuais. O episódio Daddy Issues, lançado aquando do Dia das Mentiras, surge com uma prank de muito mau gosto e que acontece sempre, em qualquer canto do mundo. Gloria Delgado-Pritchett (Sofía Vergara) planeia toda uma brincadeira à volta da paternidade do seu filho, Manny (Rico Rodriguez). Com a ajuda da sobrinha Alex, decide então enganar o marido, Jay, e Manny, apresentando um teste de paternidade falso em que dava positivo para o pai de Manny ser o seu ex-namorado da altura. Com esta notícia, vemos os dois personagens quebrar de tal forma que ficamos até com uma pequena raivinha de toda a situação. Desta forma, sendo uma piada de muito mau gosto, podemos comparar a situação a várias a que assistimos no famoso Fool’s Day, e penso que a ideia deste episódio foi mesmo transmitir o quão terrível e assustador pode ser uma mera piada para algumas pessoas.

O actor convidado para interpretar o papel de Jorge, ex-namorado de Gloria, foi Gabriel Iglesias. Para quem vê ambos os actores lado a lado, realmente não teria qualquer dúvida de que fossem relativos (o que é mentira) e realmente foi uma óptima escolha de guest para o episódio.

Neste mesmo episódio é abordado o tema de como pode ser difícil a vida de uma rapariga e dos seus pais quando estava entra na fase mais crescida. Assistimos a Cam e Mitchell lidarem com a situação da filha, Lily, se comparar às restantes amigas e querer também sentir-se “mais adulta”. Devo dizer que Jesse Tyler-Ferguson e Eric Stonestreet merecem toda a distinção e mérito pelo papel que interpretam como casal gay com uma filha, servindo de exemplo para todos os pais que se possam encontrar a passar por situações semelhantes nas suas vidas.

Ao longo desta segunda parte de temporada, foi também mais assídua a presença de Haley Dunphy (Sarah Hyland). É óptimo ver Haley com mais frequência, pois a sua personagem é simplesmente hilariante. A sua maneira de ser, com aquela ingenuidade a que estamos habituados, é simplesmente cativante e não há como não gostar da filha mais velha da família Dunphy.

Outra personagem que não há como não adorar é o pequeno Joe. Apesar de ainda muito novo, Jeremy Maguire demonstra que realmente tem jeito para o ecrã. Durante toda esta temporada foram vários os momentos em que este miúdo nos surpreendeu positivamente com o seu jeito.

Last but not least, o episódio Wine Weekend foi sem dúvida o mais hilariante e merece destaque nos pontos positivos que este season finale menciona.

 

O PIOR:

Esta metade de temporada não contou com tantos episódios mais marcantes mas, no entanto, também não desiludiu com episódios maus. Modern Family mantém sempre o seu equilíbrio e isso é algo que depois de 9 temporadas pode já não ser fácil de se fazer.

Apesar de vários episódios terem sido mais livres e sem foco, ainda assim não houve um único em que sentíssemos uma falha na comédia.

Durante pelo menos mais duas temporadas, vamos poder contar com a animação da melhor família da TV!

Estado da série: RENOVADA

0 78 100 1
78%
Average Rating
  • 78%

 

 

Comments