Frame by Frame Legion TV

Legion – 2×07 – Chapter 15

Legion

CONTÉM SPOILERS!!!

O que faz um ser humano “humano”? Ao longo desta primeira parte da segunda temporada de LegionJon Hamm foi o nosso fiel guia nesta jornada sobre a mente humana. A lição desta semana focou-se no pânico moral. Ou seja, ocorreram várias instâncias na nossa sociedade em que fomos dominados por um medo coletivo, o que levou a vários crimes horrendos, com um exemplo real da caça às bruxas, séculos antes do nascimento da sociedade moderna.

O que terá isto a ver com o episódio de Legion desta semana? Bem, parece que a loucura, um conceito que já nos tinha sido apresentado por Hamm nesta temporada, dominou o episódio, com vários membros dos mutantes a cederem à paranóia e ao medo, o que os levou a revoltar contra o Almirante Fukyama (Marc Oka), o líder da Division 3.

Mas este ataque não podia ter vindo em pior hora. Neste caso em particular, David (Dan Stevens) está ainda em processo de recuperar da “morte” da sua irmã, Amy (Katie Aselton). Portanto, nesta fase, encontramos um David cada vez mais frustrado, duvidando da sua “parceria” com Amahl Farouk (Navid Negahban) ou mesmo duvidando das verdadeiras intenções da Syd (Rachel Keller) do futuro pós-apocalíptico.

Pode-se dizer que as emoções estiveram ao rubro no episódio desta semana. Mais uma vez, Noah Hawley continua a dar que pensar com este 15º capítulo do mutante mais poderoso da televisão. Episódio após episódio, Legion continua a mostrar a vontade de quebrar barreiras no que toca à nossa percepção do que é real e do que aceitamos como real. Não são todas as séries que conseguem causar aquele “burburinho” intimamente ligado ao intangível. E esta série da FX Networks teima em desafiar a nossa percepção, apresentando enigmas por resolver. Vimos isso com os vários Davids e Amys no episódio anterior, mais um bom exemplo de que a série não tem medo de correr riscos.

Dito isto, e após alguns episódios que conseguiram desafiar as mentes dos fãs, este 15º capítulo apostou numa abordagem mais “tradicional”, mas sem perder aquela identidade típica de Legion. Ou seja, preparem-se para avanços significativos na narrativa principal, conjugada com planos de fotografia que dão à série aquela veia auteur pela qual nos apaixonámos.

0 80 100 1

80%
Average Rating

Um episódio mais tradicional de Legion, com certeza, mas que não deixa de surpreender pelo seu surrealismo contínuo.

  • 80%

Comments