Frame by Frame Marvel's Agents of SHIELD TV

Agents of S.H.I.E.L.D. – 5×21 – The Force of Gravity

Agents of S.H.I.E.L.D.

CONTÉM SPOILERS!!!

Estamos a uma semana de descobrir qual será o destino final dos nossos Agents of S.H.I.E.L.D. E a julgar por este penúltimo episódio desta quinta temporada – cujo destino, à data da elaboração desta crítica, ainda está em aberto – parece que nos esperam emoções fortes para dar e vender.

Ponto da situação: Coulson (Clark Gregg), May (Ming-Na Wen) e Daisy (Chloe Bennet) foram capturados pela Confederação, agora liderada por Talbot (Adrian Pasdar), cabendo a Deke (Jeff Ward) salvar os agentes apreendidos. Na Terra, os restantes membros da equipa tentam encontrar uma maneira de salvar Coulson, ao mesmo tempo que tentam encontrar uma solução para o problema de Talbot.

Mais uma vez, este episódio concentrou os seus esforços na vertente da ação em detrimento de avançar o enredo de forma mais significativa. No entanto, não quer dizer que este episódio não tivesse direito a alguns bons momentos.

Comecemos por Coulson e May. Estes dois foram novamente o centro das atenções ao tentar escapar da nave da Confederação. Mais do que a tentativa de escapar, a troca de diálogos entre os dois traz boas memórias do que já nos habituámos a ver, intercambiando entre a seriedade e o flirt. Isto culmina num momento que os fãs já  esperavam há muito, mas que não deixa de ser merecido.

Os restantes membros da equipa também tiveram direito ao seu tempo de antena no episódio, mas numa escala mais reduzida. Por um lado, temos Fitz (Iain de Caestecker) e Simmons (Elizabeth Henstridge) a tentarem encontrar uma solução para os problemas que têm em mãos, por outro, Mack (Henry Simmons) e Yo-Yo (Natalia Cordova-Buckley) discutem de forma civilizada sobre o que fazer quanto a Talbot. São momentos pequenos e sem grande destaque, mas que não deixam de mostrar a maior força que Agents of S.H.I.E.L.D. tem ao seu dispor: as personagens.

O mesmo também se aplica a Talbot neste episódio. No episódio da semana passada (podem consultar a crítica aqui), Talbot, agora dotado de poderes relacionados com a força da gravidade, começou a perder a sanidade. No entanto, o que mais assusta no personagem é que, apesar das suas ações, este acredita serem as mais corretas, uma maneira de “corrigir as coisas”. Este episódio não foi exceção, com Talbot a fazer de tudo para tentar corrigir as coisas à sua própria maneira e de justificar as suas ações perante aliados e familiares que agora o temem. Se Talbot será verdadeiramente o responsável pela destruição testemunhada no início da temporada, ainda será alvo de muita discussão até à exibição do episódio final da temporada. Ou será que se irá redimir?

É uma questão que nos será respondida em breve, quando Agents of S.H.I.E.L.D. encerrar a temporada. Agora, como diz o bom Capitão América, “paciência”.

0 74 100 1

74%
Average Rating

Pode ser mais do mesmo, mas Agents of S.H.I.E.L.D. ainda consegue ser bastante divertido de se ver.

  • 74%

Comments