Mini-Reviews TV Superstore TV

Superstore – Season Finale – 3ª Temporada

Os empregados do Cloud 9 estão cada vez mais incompetentes, mas continuam a surpreender-nos episódio após episódio. Este é , sem dúvida, o supermercado onde nenhum de nós gostaria de fazer compras, mas não conseguimos resistir em voltar.

Superstore é a série que evoluiu de temporada em temporada, não perdendo a sua piada, nem se tornando maçadora.

O Melhor:

Superstore encontrou o seu ritmo e só ganhou em mantê-lo. Os seus enredos são esporádicos, mas consistentes. A ideia inicial da série era como a entrada de Jonah para o Cloud9 afetou a vida dos funcionários e a verdade é que as dinâmicas mudaram muito desde a primeira temporada, com um ritmo credível e correto.

A relação entre Amy e Jonah atingiu finalmente o ponto que todos esperávamos e terminar a temporada no momento em que terminou, foi a cereja no topo do bolo. Há três anos que assistíamos à dança dos dois e, mesmo com o divórcio entre Amy e Adam, Amy e Jonah só se afastaram mais. Por muito divertido que fosse ver os problemas em que amor não assumido os envolvia, é mais divertido ainda ver as confusões em que eles se podem meter juntos.

A atitude altruísta de Dina também surpreendeu. A decisão de carregar o filho de Glenn e Jerusha foi algo que não se esperava desta personagem, por norma tão egoísta e focada em si. Podemos ver obviamente o desenvolvimento que Dina sofreu durante os últimos três anos, algo que reflecte a sua amizade com Amy e Cheyenne.

O Pior:

A gravidez de Amy foi a revolta mais inesperada de todas, mas também uma das piores decisões criativas da série. Apesar de ter sido a gravidez de America Ferrera que levou a esta decisão, não posso deixar de sentir que existiram maneiras de contornar a situação que não fossem a Amy engravidar do ex-marido no momento fulcral para o seu relacionamento com Jonah.

O aparecimento de Kelly foi sem dúvida um dos maiores pontos negros desta temporada. Desprovida de qualquer interesse, perfeita até de mais e irritantemente inconveniente, Kelly é a emprega menos cativante de Cloud9. Não posso deixar de esperar que o fim do seu relacionamento com Jonah signifique o fim dos seus dias em Superstore.

Por fim, Jeff… Esta personagem estava a tornar-se tão interessante. Começou como o manager das lojas da região que era levado à loucura pela equipa, depois desistiu do seu trabalho por amor a Matheo e agora traiu a equipa da pior maneira possível. A sua devoção e dedicação ao namorada, que eram de louvar, ficaram completamente destruídas pela sua atitude neste season finale.

Estado da série: RENOVADA

Leiam a nossa Mini-Review anterior de Superstore aqui.

0 92 100 1
92%
Average Rating
  • 92%

Comments