Jane The Virgin Mini-Reviews TV TV

Jane the Virgin – Season Finale – 4ª Temporada

jane the virgin

Com o final da 4ª temporada, damos por terminada mais uma fase da vida de Jane Gloriana Villanueva. Antes de mais devo confessar que, salvo raras excepções, nunca fui a verdadeira fã de “séries de gaja”. Comecei a acompanhar a vida de Jane por mero acaso e a verdade é que me fez dar umas valentes gargalhadas e chorar baba e ranho. Mas Jane the Virgin está a agora a atravessar uma fase crítica e o melhor talvez fosse mesmo terminar com a história o mais depressa possível.

O Melhor:

Aquilo que mais me atrai na série é o fato de ser uma série ligeira, daquelas que vemos quando estamos cansados de séries mais complexas ou daquelas que vemos quando nos apetece rir e descontrair. Outro aspeto que me continua a fascinar na série é toda a envolvente e todas as personagens secundárias à volta de Jane. A verdade é que os realizadores da série usam isso de forma sábia, porque quatro temporadas a mostrar exclusivamente a vida de uma só pessoa (Jane, a personagem principal) iria ser tremendamente aborrecido.

Por outro lado, apesar de a série estar já a tornar-se aborrecida por estar a ser excessivamente prolongada, os últimos episódios trouxeram-nos os típicos twists que nos trouxeram outro alento e prometem deixar-nos agarrados ao ecrã na próxima temporada.

Sem dúvida que, na minha opinião, as melhores personagens são a de Rogelio (Jamie Camil) e a de Petra (Yael Grobglas). Petra é, na minha opinião pessoal, a melhor personagem de Jane the Virgin pela forma como vai mudando a sua personalidade ao longo de todas as temporadas.

O Pior:

Se até agora tinha visto Jane the Virgin de forma descontraída e num abrir e fechar de olhos, muito mudou nesta temporada. Pela primeira vez vi-me verdadeiramente forçada a ver a série. A narrativa básica ao longo de toda esta temporada tornou-se cansativa e aborrecida. Salvo alguns acontecimentos, deixamos de ter todo o drama e emoção típico da série e passamos para algo muito mais calmo. No entanto, tal como referi acima, os últimos episódios trouxeram algum alento à série.

Jane the Virgin merece ter um final rapidamente antes que perca toda a sua magia. A série tornou-se aborrecida por estar a ser tão prolongada desnecessariamente. Os twists presentes nos últimos episódios desta temporada trouxeram alguma esperança, mas o que será feito em duas temporadas poderia perfeitamente ser feito em apenas uma.

 

0 72 100 1
72%
Average Rating

Esta temporada aborrecida só nos faz colar ao ecrã nos últimos episódios. Jane the Virgin está a ser demasiado prolongada, deixando-nos com um grande twist no final da temporada. Resta saber se conseguirão recuperar alguma da magia da série na próxima temporada.

  • 72%

Comments