Cinema Críticas

Critica: The Hurricane Heist (2018)

Título: Categoria Cinco

Título Original: The Hurricane Heist

Realizado por: Rob Cohen

Elenco: Toby Kebbell, Maggie Grace, Ryan Kwanten

Duração: 103 minutos

The Hurricane Heist é um filme que retrata a história de dois irmãos (separados pelo tempo e escolhas de vida) entrelaçada com um golpe em pleno furacão.

Das poucas coisas de boas que o filme tem, destacam-se o carro de Will (brutal), protagonizado por Toby Kebbell, já nosso conhecido do episódio The Entire History of You (Black Mirror). Maggie Grace, já conhecida de quem acompanhava Californication, aparece num papel que desperdiça o seu potencial enquanto atriz. Também é interessante saber o destino que o dinheiro antigo tem. Para além disso, é curiosa a forma como os maus usam dardos atordoantes, enquanto os bons, é munição a sério.

Fora isto, o filme falha praticamente em tudo.
Vou listar porque o filme não merece mais do que isso.
-Os actores, parece que foram encontrados numa feira de talentos.
-A narrativa, que é cheesy e previsivel.
-Piadas forçadas anti-climax.
-A backstory de Casey é inútil para o desenvolvimento do filme.
-A jogada de futebol Americano enunciada pelos irmãos (Red Dog, Omaha, 22), como se fosse algo que os unisse, não funciona da forma esperada. Há pouca emoção empregue ao proferir essa frase.
-Os plot twists, como a origem da avaria da máquina de destruir o dinheiro, ou as pessoas que estão do lado dos ladrões, acabam por também não ter o impacto esperado. São do mais básico que há e o build up em torno disso é fraco.
-Os efeitos especiais do furacão por si só já são exageradamente desnecessários, então, o efeito especial dentro furacão…
-A física a funcionar diferente de como funciona na vida real.
-A música selecionada para o filme, apesar de não ser má, não aparece nos momentos certos.

O mais incrível, é que ainda são lançados este tipo de filmes em 2018. Aqueles filmes que se tornam favoritos da canalha por serem algo espectacularmente simplórios. Fáceis de perceber, diálogos básicos, personagens pouco ou nada desenvolvidas e acção desmedida para compensar tudo isto.
Se não quiserem perder tempo de vida desnecessariamente, vejam o trailer, tem lá praticamente tudo o que valeu a pena no filme.


Trailer | The Hurricane Heist

Comments