Frame by Frame Marvel's Agents of SHIELD TV

Agents of S.H.I.E.L.D. – 5×15 – Rise and Shine

Agents of S.H.I.E.L.D.

CONTÉM SPOILERS!!!

A temporada atual de Agents of S.H.I.E.L.D. pode ter feito maravilhas no que se toca a colocar os nossos protagonistas em novas situação; infelizmente, o mesmo não se pode dizer dos seus vilões, com a General Hale (Catherine Dent) a revelar-se como uma desilusão por completo. Este Rise and Shine visa retificar essa situação. E de certa forma, triunfa nessa tarefa!

Este episódio colocou os planos da General à luz, mas não da maneira como deverão estar à espera. Em vez de terem de recorrer a exposição através de diálogo – uma ferramenta muito comum no mundo das séries de televisão – tivemos essa resposta através de flashbacks que exploraram todo o passado de Hale, desde o momento da sua graduação na Hydra até ao momento atual. Pode ter sido uma ferramenta básica, obviamente, mas cumpriu o seu objetivo de explorar melhor a história da General. Esta série de flashbacks também tiveram direito a “toneladas” de referências ao UCM, seja pela referência direta a Captain America: The First Avenger ou encontrar algumas versões mais novas de outras personagens que marcaram presença até agora. Personagens como Jasper Sitwell (Adam Faison) ou Von Strucker (Joey Defore), ou mesmo de reencontrar velhos amigos como Glenn Talbot (Adrian Pasdar) e de como este conseguiu recuperar do seu atentado na temporada anterior. Já sem esquecer a presença-surpresa de Daniel Whitehall (Reed Diamond)!

Mas este episódio não serviu apenas para easter eggs ou referências. Rise and Shine serviu para mostrar alguns avanços no que se toca aos assuntos pendentes na série. Respostas como o que é a Confederação, os verdadeiros planos de Hale, a sua relação com a sua filha Ruby (Dove Cameron), houve de tudo um pouco, num episódio que se comprometeu a dar algumas respostas concretas – mas não todas – e que nos permite compreender melhor  as motivações por detrás das ações de Hale até agora. Este tratamento reforça aquele jeito da Marvel de jogar com as nossas próprias expectativas. Podemos ter apontado várias vezes o dedo a Hale como uma personagem fraca no passado, mas este episódio conseguiu melhorar vários aspectos desta vilã. 

Ainda se teve a oportunidade de revisitar os nossos protagonistas de Agents of S.H.I.E.L.D. na reta final do episódio, e apesar de ter sido um bom momento, repleto de emoções, a verdade é que todo o arco no ponto de vista de Hale provou ser o ponto mais forte do episódio.

0 84 100 1
84%
Average Rating

Comments