Mini-Reviews TV Speechless TV

Speechless – Season Finale – 2ª Temporada

Speechless

Speechless está de volta e traz os Dimeos com novas desventuras. Apesar da comédia continuar a fluir começam a haver alguns percalços pelo caminho.

O MELHOR:

Speechless continua com a sua mensagem social bastante ativa.

É das poucas comédias que consegue trazer algum carinho humano sem cair em exageros e sem ser ofensiva no seu retrato. Minnie Driver brilhou nesta segunda metade, trazendo uma Maya cada vez mais divertida e com talentos que nos eram, até então, desconhecidos.

O jovem Micah Fowler é também ele adorável e a sua prestação é doce o suficiente para nos continuar a esboçar uns quantos sorrisos ao longo dos episódios.

Alguns episódios destacam-se dos restantes pela sua veia mais subtil e original, mas na sua totalidade não conseguem trazer Speechless para o patamar que estava quando estreou.

O PIOR:

É precisamente na falta de criatividade cómica que Speechless tem perdido.

A série está a cair nalguns clichés que, a uma primeira partida, não deveriam acontecer. Isto acontece especialmente porque os argumentistas apostam mais numas personagens que noutras, sendo que, por exemplo, John Ross Bowie é completamente descartável da narrativa.

O ator não consegue acompanhar o “brilho” de Maya nem a doçura de JJ ou até mesmo a irreverência de Dylan. O mesmo se pode dizer do jovem Mason Cook, que se torna irritante a certo ponto.

Sente-se que a comédia quer “dar um voo maior” do que realmente consegue porque está confinada a um meio e a uma duração que não permite trazer grandes frutos.

As personagens acabam por parecer deslocadas umas das outras ainda que partilhem relações de parentesco. Há, claro, algumas situações em que isto é contornado, mas mesmo assim não são suficientes para nos manter cativados por muito mais tempo.

Estado da Série: STAND-BY

Leiam a Mini-Review anterior de Speechless aqui.

0 64 100 1
64%
Average Rating

Speechless continua a ser agradável mas começa a mostrar sinais de que não consegue florescer mais do que o que nos tem apresentado.

  • 64%

Comments