Constantine Mini-Reviews TV TV

Constantine: City of Demons – Midseason Finale – 1ª Temporada

Constantine: City of Demons

CONTÉM SPOILERS!!!

John Constantine teve um mau começo no que se toca a adaptações. Para começar, teve direito a uma adaptação “so-so” em 2005, interpretado por Keanu Reeves; volvidos 9 anos, Matt Ryan interpretou o mesmo personagem numa série televisiva a cargo da NBC… que haveria de ser cancelada 13 episódios depois. Mas nem más adaptações ou canceladas serviram para deitar o personagem abaixo, com Ryan a retomar o papel numa aparição na quarta temporada de Arrow, que levaria a uma presença mais “regular” na temporada atual de Legends of Tomorrow e com essa presença promovida para regular caso a série tenha uma quarta renovação. E isto sem contar com a versão animada no filme Justice League Dark (já agora, podem ler a nossa crítica aqui). E, numa das maiores surpresas deste início do ano, Matt Ryan teve direito a estrelar numa série animada, titulada Constantine: City of Demons! E os primeiros cinco episódios – os restantes cinco deverão estrear ainda este ano – já se encontram disponíveis, para gáudio dos fãs!

O MELHOR

O que salta loge de imediato à vista é o estilo de animação. Para quem acompanha os filmes animados da DC Comics mais recentes poderão notar em várias semelhanças. No entanto, existe algo mais negro, mais sinistro. Considerando Constantine: City of Demons como uma série animada da CW Seed catalogado como R-Rated, podem esperar tons mais negros, design de espaços mais sinistros e, acima de tudo, violência para dar e vender. É uma aposta que sai a ganhar por condizer com a natureza negra que está associada normalmente a Constantine.

Mais uma vez, Matt Ryan revela-se como o MVP da série. E por boas razões: o ator, em forma física, conseguiu capturar todos aqueles elementos que tornaram o personagem num fan favourite dentro da Arrowverse, desde a arrogância magnetizante até à sua auto-tortura pelos seus pecados do passado. São elementos que Ryan traz de volta consigo em formato animado e o ator faz essa transição de uma forma que já estaríamos à espera.

O elenco secundário também é “de luxo”, pelo menos dentro desta indústria particular. Mas se for preciso fazer algum destaque, esse mesmo destaque vai para Damian O’Hare como Chas Chandler, o mais velho amigo de John Constantine. Obviamente, esta versão é radicalmente diferente da que vimos na série live-action anterior, mas estes cinco episódios conseguiram demonstrar o tipo de amizade que une estes dois sobreviventes do Incidente de Newcastle. E até agora, não desiludiram.

O PIOR

Infelizmente, o enredo desta curtíssima primeira parte ficou bastante a desejar. Com uma duração total que equivale perto de um episódio normal de uma série live-action da Arrowverse, é uma desilusão ainda não termos uma ideia geral do que poderemos esperar da série no seu todo. O que vale é que, pelo menos, os fãs ganham uma primeira visão dos trágicos eventos à volta de Newcastle e que servem como um ponto fulcral no passado de Constantine, e isso é um must. No entanto, tal como as suas congéneres na área live-action, é sempre um mau sinal quando os flashbacks conseguem ser mais completos do que o próprio enredo em si. Pode ser que essa tendência possa mudar conforme mais episódios forem lançados este ano. Mas até a segunda parte chegar, parece que Constantine: City of Demons possa vir a tornar-se numa desilusão, até para os fãs mais acérrimos do personagem.

Estado da série: STAND-BY

0 82 100 1
82%
Average Rating

Constantine está de volta com uma nova série em nome próprio e em formato animado que possui os ingredientes certos para nos incentivar a observar a série mais de perto. Desde que melhorem o enredo no futuro próximo.

  • 82%

Comments