Frame by Frame Gotham TV

Gotham – 4×15 – A Dark Knight: The Sinking Ship, The Grand Aplause

Gotham

CONTÉM SPOILERS!!!

Sofia Falcone (Crystal Reed) esteve no cerne do episódio desta semana de Gotham, num episódio que melhora ligeiramente o panorama geral da série.

Após o ataque a Lee (Morena Baccarin), Gordon (Ben McKenzie) e Harvey (Donal Logue) suspendem o seu conflito interno para poderem encontrar provas que possam usar contra Sofia. Do outro lado, Lee faz uma trégua com Ed (Cory Michael Smith) e um Oswald (Robin Lord Taylor) recém-escapado de Arkham para poderem executar a sua própria vingança contra a Falcone. 

Portanto, é caso para dizer que 80% do episódio foi dedicado a esta caçada impetuosa. E em grande parte, resultou, com ambas as fações a utilizarem os seus conhecimentos e pistas mas que não pareceram muitos iguais, o que deu para trazer uma espécie de variedade ao episódio. Temos o lado “pela lei” no caso de Gordon e Harvey (que ainda teve direito a alguns bons momentos durante e após a “caça”), mas depois temos o trio Lee-Ed-Oswald, que recorreu às mais estapafúrdias artimanhas (bem ao estilo de Gotham) para atingirem os seus fins. Mas mais do que as artimanhas, foi toda uma dinâmica diferente. Ainda que seja bonito voltarmos a ver Gordon e Harvey a juntarem forças como nos velhos tempos, é exatamente isso: “como nos velhos tempos”. O mesmo não se aplica ao outro trio, com o bromance entre Oswald e Nygma a entrarem em rota de colisão com os métodos de Lee. Portanto, existe uma certa piada.

O episódio também teve um tempo para abordar alguns subplots isolados da trama principal. Neste episódio, Selina (Camren Bicondova) está numa guilt trip para reaver algo que tinha vendido anteriormente. Para este efeito, a jovem ladra pede ajuda a Bruce (David Mazouz), que se prontifica a acompanhar Selina. Mais uma vez, estes dois futuros amantes voltam a apostar numa reconciliação frágil, mas que traz alguns momentos doces entre ambos. Mas considerando as inúmeras vezes em que os dois se juntaram por algum tempo e depois deram o passo atrás, cheira que esta “reconciliação” não volte a durar.

Ainda mais curto foi o subplot de Barbara (Erin Richards), que se encontrou com umas sérias dores de cabeça. O que se pensava que poderia ser um caso de um aneurisma (e desta forma, uma despedida de uma personagem controversa), os segundos finais revelam o óbvio: não é um aneurisma, mas sim algo bem pior!

0 73 100 1
73%
Average Rating

Comments