Frame by Frame iZombie TV

iZombie – 4×04 – Brainless in Seattle (2)

izombie 4x04

CONTÉM SPOILERS!

Mais uma vez iZombie divide-se entre alguns momentos divertidos e partes do enredo que cada vez têm menos interesse. Continuando o arco da semana anterior, Liv está com o cérebro de uma romântica incurável. Se já se estava a tornar uma personalidade fraca e irritante em Brainless in Seattle Part 1, agora foi quase insuportável. A verdadeira personalidade de Liv está-se a perder no meio de todos estes cérebros, sendo que nenhum deles tem sido particularmente interessante ou útil para a personagem. Nenhum deles tem sequer dado a Rose McIver algo interessante com que trabalhar.

Major protagonizou o momento mais fraco da série até ao momento com um cérebro de wrestler que deixou Robert Buckley à beira do ridículo. É o humor que acaba sempre por salvar iZombie e pela primeira vez falhou por completo. O único cérebro que trouxe algo de interessante ao episódio foi o de Blaine (David Anders), que ainda foi arrancando alguns momentos de boa disposição.

Mas nem tudo foi mau neste episódio. O estado vulnerável de Seattle cada vez mais prova ser o ponto forte do enredo, sendo que o culto de Angus (Robert Knepper) está a ser levado a um extremo desnecessário. Um abordagem mais subtil poderia ter sido mais interessante, mas como parece ser hábito ultimamente a série opta pelo exagero. Não deixa no entanto de ser um ponto positivo, com a série a conseguir explorar a tensão entre zombies e humanos em várias frentes. Seria de esperar que iZombie utilizasse os zombies apenas como uma metáfora para uma minoria discriminada, mas o mesmo movimento de rejeição criado pelos humanos existe na comunidade zombie. A série começa a utilizar o enredo para explorar uma sociedade repartida em dois extremos, com Liv e as restantes personagens a tentar caminhar entre ambos sem escolher lados.

0 59 100 1
59%
Average Rating
  • A série começa a utilizar o enredo para explorar uma sociedade repartida em dois extremos, com Liv e as restantes personagens a tentar caminhar entre ambos sem escolher lados.
    59%

Comments