Box-Office Cinema

Box Office: 8 – 11 Mar. de 2018

EUA

É oficial! Black Panther pertence agora ao The Billion Dollar Club. Grande parte deste feito atribuído ao sucesso nas vendas domésticas, de 562 milhões de dólares. Torna-se assim, de momento, o sétimo na lista dos filmes mais rentáveis na box office americana.

Deste modo o mês de Março foi dominado pela MARVEL, e graças ao adiantamento do lançamento de Avengers: Infinity War, prevê-se que Abril também será. Quando surgiam as preocupações relativamente ao fim dos contratos do trio original deste universo e do futuro do mesmo sem estes, surge esta nova estrela. É já sabido que Black Panther e Wakanda contribuem significativamente para o plot de Avengers: Infinity War. Tal parecia ter sido feito com a intenção de elevar o filme a solo de Black Panther, mas parece que depois de todo este sucesso irá suceder-se o contrário. Felizes acidentes ou estratégia?

Quanto à estreia de A Wrinkle in Time, apresenta-se uma situação interessante. Revelado pela própria realizadora, este era um filme que tencionava apelar a um público diverso, pela aposta na promoção dessa mesma diversidade através, principalmente do elenco. Mas, além de não chegar às projeções, falhou também nesse objetivo mais específico. Do público que assistiu o filme, 54% era de raça caucasiana e 70% mulheres.

Esta semana as projeções apontam para 12 milhões de dólares para a estreia de Love, Simon. Tomb Raider espera juntar 28 milhões, bem menos que os 47 milhões que o último filme da saga vendeu na sua estreia em 2001.

PORTUGAL

Red Sparrow continua a liderar as vendas em Portugal. Junta novamente, na sua segunda semana, um valor bastante decente. Apenas nestas duas semanas juntou meio milhão de euros, que é algo que não se vê com muita frequência no nosso país. Está de parabéns!

Black Panther chegou a 1 milhão de euros nas suas vendas em Portugal. Na segunda semana após ser destronado continua a vender acima dos 100 mil euros. Não podemos dizer que o sucesso deste filme da MARVEL em Portugal foi proporcional ao do resto do mundo, mas mesmo assim manteve-se relevante.

Das estreias da semana Lady Bird previa ser a mais atrativa. No entanto foi a que rendeu menos das três. Já tínhamos percebido que este ano as nomeações em Óscares e outros prémios não são um fator determinante para convencer os portugueses. E aqui está mais uma prova.

Esta semana Tomb Raider  também chega aos cinema portugueses.

Comments