Frame by Frame Marvel's Jessica Jones TV

Jessica Jones – 2×07 – AKA I Want Your Cray Cray

Jessica Jones

(Uma pequena nota pessoal: normalmente, e mesmo usando as palavras CONTÉM SPOILERS!!!, tento o melhor que posso para evitar dar revelações sobre o episódio que critico ou de episódios anteriores para manter o suspense vivo. No entanto, e dado a natureza do episódio, esta crítica IRÁ conter spoilers. Leiam à vossa própria conta e risco.)

O episódio anterior de Jessica Jones encerrou com a revelação da identidade da misteriosa personagem interpretada por Janet McTeer. Apesar de termos obtido uma resposta concreta, esta revelação levantou mais perguntas do que propriamente respostas. Respostas essas que obtivemos neste AKA I Want Your Cray Cray, que não só nos mostra o passado da personagem, mas também nos permite revisitar outras personagens, se bem que numa direção diferente do habitual.

Como já se esperava, este episódio foi relatado em forma de flashbacks, desde o momento do acidente de automóvel que viria a marcar Jessica (Krysten Ritter) para o resto da sua vida até a um evento marcante na sua vida adulta. E tudo isto através do olhar de uma surpreendente sobrevivente nesse acidente: Alisa Jones, a mãe de Jessica! Este episódio explicou, ao de leve, a origem dos seus poderes, mas estes apenas perdem destaque face ao encontro fatídico com o Dr. Karl Malus (Callum Keith Rennie). Muitos nos perguntámos quais serão as intenções destes dois personagens na temporada, daí de termos ficado levemente surpreendidos com as suas intenções: Alisa, apesar dos seus poderes perigosos e de um temperamento ainda mais elevado do que o de Jessica, somente tem o desejo de voltar a juntar-se à sua filha; Malus é simplesmente motivado pelo desejo de ajudar as pessoas, ainda que, para tal, tenha de usar recursos ilegais. E nenhum dos dois, nestes flashbacks, deram a entender serem vilões por completo, mas sim dois humanos que tentam fazer o melhor que podem num mundo louco.

Jessica Jones também aproveitou a deixa para apresentar uma nova visão tanto de Jessica como de Trish (Rachael Taylor), e o resultado é, no mínimo, surpreendente, uma vez que encontramos uma Jessica mais certinha do que o costume, mas sempre com um comentário nocivo na ponta da língua, e uma Trish que se tenta desprender da sua faceta de Patsy Walker ao lançar músicas pop repetitivas e a ir por maus caminhos. Apesar de não termos visto muito de Trish neste episódio, existiram alguns sinais que trazem algumas semelhanças ao trajeto que a personagem anda a tomar na era moderna. O mesmo não se pode dizer de Jessica, já que a sua vida de jovem adulta esteve repleta de Easter Eggs, desde o casaco favorito dela até à inspiração para o nome Alias Investigations

0 84 100 1
84%
Average Rating

Jessica Jones volta atrás no tempo com um episódio que visita uma vida passada da protagonista, mas que ganha por centrar-se na surpresa do episódio anterior.

  • 84%

Comments