Frame by Frame Lucifer TV

Lucifer – 3×16 – Infernal Guinea Pig

lucifer 3x16

CONTÉM SPOILERS!

O episódio de Lucifer desta semana utilizou o caso para explorar o enredo de Caim (Tom Welling), algo que fazia falta há algum tempo. Sem grandes soluções até então, Lucifer (Tom Ellisdecide ressuscitar Abel (Lauren Lapkus) para eliminar a maldição de Caim. Como é óbvio o plano não funciona como esperavam e Abel acaba no corpo de uma jovem, a vítima do caso da semana. A situação traz o humor esperado, no entanto não retira do enredo nenhum do peso emocional que precisava de ter. Ficamos a perceber muito melhor Pierce e, quando Amenadiel (D.B. Woodside) se arrasta a si próprio para a situação, voltamos a ver o seu lado mais agressivo e manipulador da primeira temporada. Ainda que este enredo esteja longe das expectativas que tinha no início da temporada, é sempre bom desvendar mais um pouco deste mistério, quanto mais não seja para nos afastarmos dos casos aborrecidos e inúteis.

Também em destaque durante este episódio estiveram Mazikeen e Amenadiel com um confronto que se aproximava há muito tempo. Ver Maze perder o controlo é sempre divertido mas desta vez permitiu a Lesley-Ann Brandt demonstrar mais uma vez as suas capacidades como atriz. A personagem cada vez se torna mais interessante com a forma como lida com as suas emoções – exatamente como seria de esperar para alguém que nunca soube o que eram.

Este foi um episódio de boas performances com Tricia Helfer a proporcionar um excelente momento com Rachael Harris. A revelação da forma como foi torturada no inferno trouxe mais uma camada bastante interessante à personagem e finalmente despertou curiosidade neste enredo. Será muito bom se a série continuar a explorar a sua evolução, não só com a ajuda de Linda mas nas suas interações com todas as outras personagens e com cada caso.

Como bónus, voltamos a ver Chloe (Lauren German) mostrar a sua coragem e determinação, levando Lucifer a perceber finalmente que a possibilidade de perder alguém importante para si é real. Tal como com todas as personagens na série este tipo de descobertas é positiva se o argumento assim permitir. Basta que, como fez com Lucifer e Amenadiel no passado, a série decida que a comédia e a longevidade de certos enredos seja mais importante que a qualidade e coerência das personagens.

0 68 100 1
68%
Average Rating
  • Este foi um episódio de boas performances com Tricia Helfer a proporcionar um excelente momento com Rachael Harris.
    68%

Comments