Mini-Reviews TV Star Wars Rebels TV

Star Wars Rebels – Series Finale – 4ª Temporada

Star Wars Rebels

O fim de uma era.

Após quatro temporadas a demonstrar uma dura batalha de um pequeno grupo de Rebeldes contra as forças opressivas do Império Galático, Star Wars Rebels chegou ao fim. A crítica seguinte VAI CONTER SPOILERS, por isso, para quem não viu os episódios mais recentes, leiam à vossa própria conta e risco.

O MELHOR:

Star Wars Rebels não é exatamente novata em conceder momentos momentos-chave de completa emoção, algo que os filmes conseguem fazer com relativo sucesso. No entanto, esta segunda metade da temporada provou ser mais emotiva que o habitual. E tal se deve com a medida arrojada de matarem Caleb Dume, também conhecido como Kanan Jarrus (Freddie Prinze Jr.) no final da primeira parte da midseason premiere. Uma medida arrojada que surte os seus efeitos desejados, com os nossos protagonistas que se encontram desalentos com essa perda (e os fãs também), ao mesmo tempo que nos lembramos, amargamente, que em guerra existem sempre perdas, por vezes inesperadas, porque pensam que todos vão ter um “amanhã”.

Foi essa perda que viria a definir a restante temporada final, com os nossos heróis a fazerem o melhor que podem para continuarem a cruzada iniciada desde a primeira temporada. Se cada um dos nossos heróis, nas temporadas anteriores, tiveram amplo espaço para serem melhor desenvolvidas, esta temporada pertenceu a Hera (Vanessa Marshall) e Ezra (Taylor Gray), uma vez que são os mais próximos de Kanan. Dentro dos dois, foi o jovem aprendiz de Kanan que ficou a ganhar com este evento, mostrando de frente a mudança que o personagem tem vindo a mostrar desde o primeiro episódio da série até aos últimos momentos.

Tendo em conta a finalidade da série, esperava-se uma jornada emocional do princípio ao fim. Mas não seria propriamente Star Wars Rebels se também não tentassem expandir o universo rico de George Lucas. E esta segunda metade conseguiu essa proeza, expandindo cada vez mais o universo resumido. Cada vez mais se exploram os mistérios da Força (ao ponto de conseguirem legitimar uma ressurreição), culminando num confronto final pela liberdade de Lothal. A série foi ainda mais longe ao incluir mais outra cara conhecida de Star Wars: o Imperador Palpatine. Não é só uma cara conhecida, mas também resgataram o ator original, Ian McDiarmid, para esse mesmo papel!

Ainda há quem considere Star WarsThe Clone Wars como a série animada superior. E por um lado têm razão; no entanto, Rebels fica a ganhar ao conceder à série algo que The Clone Wars nunca teve: um final. A série anterior de Dave Filoni tinha sido cancelada após a aquisição da LucasFilm pela Disney, numa altura em que a sua sexta temporada ainda estava em desenvolvimento e também com ideias prontas para uma sétima. Ao terminar com esta quarta, Star Wars Rebels conseguiu mostrar um final que, apesar de um tanto ou quanto cliché, servir bem como uma series finale, além de também deixar algumas pistas sobre possíveis séries ou filmes para um futuro próximo.

O PIOR:

Esta quarta temporada foi marcada pela diferença em relação a temporadas anteriores por apostar numa abordagem mais serializada. Embora tenha sido uma aposta arrojada (e que tenha surtido os seus resultados inegáveis), a verdade é que a nova estrutura de contar esta história não correu tão bem quanto o esperado, como se estivessem a contar um único evento ao longo de uma temporada.

Por seu mérito, Star Wars Rebels conseguiu resgatar personagens e eventos do Universo Expandido e integrá-lo de forma natural ao novo Universo. Eventos como a Purga dos Sith, a Guerra entre os Jedis e os Mandalorians, sem falar a inclusão de um favorito dos fãs, Grand Admiral Thrawn (Lars Mikkelsen). No entanto, e apesar disto tudo, parece que nem mesmo as novas personagens – e o seguinte caso aplica-se a outro favorito dos fãs, Ruhk (Warwick Davis) – não tiveram o prazer de ser melhor desenvolvidos, revelando formas distorcidas de personagens complexas no Universo Expandido. 

Mas é assim que Star Wars Rebels se despede dos fãs em todo o mundo. Não com um final deprimente, mas sim com uma mensagem de esperança.

Estado da série: CONCLUÍDA

0 86 100 1
86%
Average Rating

Star Wars Rebels chegou ao fim com um final repleto de emoções fortes, mas com uma clara mensagem de esperança para os fãs em todo o mundo.

  • 86%

Comments