Betting on Zero

Betting on Zero é um documentário de 2016 realizado e produzido por Ted Braun que retrata a batalha financeira de Bill Ackman contra a Herbalife.

O filme estreou no Tribeca Film Festival de 2016. Depois foi crescendo para acolher novas cenas que retratam a evolução da batalha jurídica e financeira entre as partes.

Em termos de conteúdo, Betting on Zero divide-se em três linhas principais. Primeiro o retrato do funcionamento da Herbalife, com testemunhos de experiências bem sucedidas mas dando destaque sobretudo a experiências que correram mal, muito mal, principalmente dentro da comunidade latina. Segundo, a ofensiva que Bill Ackman lançou à companhia, acusando-a de ser um esquema de pirâmide. E, finalmente, a guerra entre Bill Ackman e Carl Icahn, que não é de agora e que dura há muitos e muitos anos, sendo este “capítulo” Herbalife apenas mais um. Certamente não será o final, dado o histórico.

O documentário começa com o testemunho de Julio Ulloa que trocou a empresa de construção que detinha por um clube promocional Herbalife. Investiu tudo. As coisas não correram como esperava.

Em paralelo a várias histórias como a Julio Ulloa, o documentário acompanha a cruzada de Bill Ackman para desmascarar a Herbalife como um dos maiores embustes do mercado financeiro corrente.

Basicamente, o que Bill Ackman fez foi actuar na bolsa de valores para tentar fazer baixar o valor da empresa Herbalife. Isto eventualmente levaria à queda da empresa e ao seu posterior desmascarar.

No entanto, quase ao jeito Hollywoodesco, o adversário de longa data de AckmanCarl Icahn, investe na empresa quando esta estava em profunda queda. Isto causa o revitalizar do valor em bolsa da mesma, deitando assim por terra, por enquanto, o plano de Bill Ackman.

No documentário, a Herbalife é acusada de focar seu negócio na comunidade de imigrantes e de levar seu modelo a países em vias de desenvolvimento. Por causa disso, a activista latina Julie Contreras e o grupo de ex-distribuidores defraudados foram intimidados por simpatizantes da Herbalife, com ameaças de denunciá-los para que fossem deportados se continuassem a difamar a empresa.

Conclusão sobre Betting on Zero

Ainda que seja um trabalho com testemunhos de ambos os lados, não se pode dizer que seja imparcial. Nota-se um esforço muito maior para mostrar os contras do que os prós do Marketing Multi-nível. Claro que nesta luta, uns só verão prós e outros só verão contras… Mas na minha opinião, o trabalho de um documentário é precisamente o de mostrar ambos. Deve fazê-lo de forma lúcida e clara para informar o espectador e deixá-lo tirar as suas ilações. Não deve forçar ilações. No entanto, não deixa de ser um documentário profundamente elucidativo sobre como funciona o Marketing Multi-nível.

As histórias contadas aqui não são novas. Todos nós conhecemos alguém que esteve numa destas empresas sem sucesso e também conhecemos alguém que posta 1000 vezes por dia nas redes sociais o quanto a sua vida é espectacular desde que integrou estas empresas.

O ponto mais positivo de Betting On Zero é o facto de conseguir chocar apesar de contar uma história que é velha e sobejamente conhecida: os ricos cada vez estão mais ricos e os pobres continuam a afundar-se cada vez que tentam nadar para a margem.

Prémios de Betting On Zero

O documentário ganhou o prémio de melhor filme no Hamptons International Film Festival em 2016. Foi nomeado para melhor documentário em Tribeca no mesmo ano.

Já em 2018 foi nomeado pelo Writers Guild of America para melhor guião de documentário.

Onde ver Betting on Zero

Pode ser visto no Netflix.

Comments