ben johnson

No contexto da premiada série ESPN Films 30 for 30, a cadeia americana apresentou em 2012 o documentário de Daniel Gordon 9.79.

No dia 24 de setembro de 1988 teve lugar a final dos 100 metros planos dos Jogos Olímpicos de Seul. Uma das finais mais aguardadas da história do desporto. Acontece que em dois dos corredores da pista de Seul estavam Ben Johnson e Carl Lewis. O duelo entre estes dois nomes era aguardado por milhões de pessoas em todo o mundo.

A história é sobejamente conhecida: Ben Johnson ganhou destacado. Carl Lewis é relegando para segundo lugar. Johnson torna-se o primeiro homem a correr os 100 metros abaixo de de 9.80s.

Volvidos dois dias, os rumores de que havia um controlo antidoping positivo na final dos 100 metros começaram a ganhar força e acabaram mesmo por ser confirmados. Ben Johnson fora apanhado com esteróides e havia sido desclassificado, perdendo a medalha e vendo o seu record mundial anulado.

O documentário de Daniel Gordon é uma obra essencial para todos os que gostam de desporto. Conta a história através dos próprios intervenientes. Cada um dos 8 atletas que estiveram naquela final dá o seu testemunho. Relata não só o caminho até aquele dia, como cada um daqueles quase 10 segundos que mudaram o atletismo para sempre. Praticamente todos acabaram por estar envolvidos em casos de doping na sua carreira, embora só Ben Johnson tenha sido apanhado nessa ocasião. Só o brasileiro Robson Caetano e Carl Lewis se mantiveram “limpos”, embora Lewis tenha por uma ocasião sido apanhado e posteriormente tenha provado a sua inocência.

É um trabalho de quase uma hora e meia. Um documentário extremamente completo, com testemunhos dos atletas, treinadores e médicos.

Conclusão – 9.79

Ficamos a conhecer os meandros do atletismo e como se processam alguns detalhes da competição que escapam aos espectadores.

Os próprios atletas falam abertamente do doping. Abordam a forma como conseguiam acesso às substâncias e a forma como as substâncias influenciam o resultado final. Todos sabemos que o doping adultera a verdade desportiva, mas poucos sabemos como. Aqui fica tudo claro. São dados exemplos concretos de situações e rotinas de treino, falando sobre o que é possível fazer sem substâncias e com substâncias.

No final, alguns dos atletas admitem o uso e explicam as suas razões. Outros acusam os colegas de lhes terem armado uma cilada. Mas nenhum dos acusados foge do facto do controlo positivo ser verdadeiro.

Em Portugal, o documentário passou num dos canais da NatGeo. É definitivamente algo a não perder. Um dos melhores documentários que um adepto de desporto pode ver.

Comments