Anime Devilman: Crybaby TV

Devilman: Crybaby – Season Finale – 1ª Temporada

Devilman: Crybaby

Quando ouvi pela primeira vez o título do anime “Devilman: Crybaby” pensei que este era algo estranho e não tinha a certeza se seria o tipo de anime de que eu iria gostar. Não podia estar mais errada. Devilman: Crybaby é uma masterpiece e a verdade e que o título foi muito bem escolhido. Akira, personagem principal deste anime, chora pelo sofrimento dos outros mas quase nunca pelo seu, acabando por estar quase constantemente a chorar. Tenho de admitir que este foi um dos melhores animes que vi em muito tempo. Se calhar por ser o primeiro anime produzido pela Netflix, não sabia bem o que esperar, mas a verdade é que Devilman: Crybaby atingiu e superou de longe quaisquer expectativas que eu tivesse.

O melhor: Gostaria de começar por falar na incrível soundtrack deste anime. Composta por Ushio Kensuke, também responsável pela soundtrack de Koe no Katachi, esta é essencialmente uma mistura de música eletrónica e épica, tendo também algumas músicas que se inserem perfeitamente nos momentos mais emocionais e tristes. Também não posso deixar de mencionar os raps ao longo do anime, que foram uma das coisas que mais me surpreenderam por serem tão bons. A animação, para mim, é outro ponto forte deste anime, sendo esta única e bastante variada.

Relativamente ao plot, este anime acompanha Akira, um rapaz com um coração puro e cheio de bondade, que é levado a uma festa que engloba orgias e drogas pelo seu melhor amigo de infância Ryo, que tem a intenção de provar a Akira que os demónios existem, sendo aquele ambiente o mais propício para os encontrar. No entanto, Akira acaba por ser possuído por um demónio (Amon), mas Akira consegue “dominá-lo”, passando assim a ter um corpo de demónio e um coração humano – Torna-se assim no Devilman.

Todo o anime é bastante pesado, com imensas cenas de sexo, drogas, mortes violentas, muito sangue e novamente muito sexo. Acho sinceramente que nunca tinha visto tanto profanação explícita num anime que consegue ao mesmo tempo ser muito mais que isso. Este é um anime, cujas personagens principais pertencem a uma faixa etária jovem, mostrando as suas inseguranças, problemas e como estes tentam lidar com isto. Consegue também, com sucesso, desenvolver a história de várias personagens secundárias, tornando a história mais rica. Para além disso, Devilman: Crybaby mostra-nos o quão terrível a guerra é, e a fragilidade do ser humano aquando confrontado com algo que o assusta. Demonstra perfeitamente também o preconceito e os extremos a que se pode chegar quando deparado com algo que não se entende. É um anime que consegue criar emoções fortes e que está muito bem realizado, sem qualquer sombra de dúvida.

O pior: Relativamente ao pior é difícil de apontar objectivamente alguma coisa que seja má. Na minha opinião, tive a sensação de que em algumas cenas, a história foi encurtada ou omitida do ecrã e apenas mencionada. No entanto, com apenas 10 episódios, é compreensível que tal tenha acontecido.

Comments