Frame by Frame Marvel's Agents of SHIELD TV

Agents of S.H.I.E.L.D. – 5×05 – Rewind

Agents of S.H.I.E.L.D.

CONTÉM SPOILERS!!!

A quatro episódios, vimos como é que a equipa principal de Agents of S.H.I.E.L.D. se tem vindo a safar no terreno inóspito que é o espaço/futuro. Mas ficou uma grande questão em aberto: aonde é que estava Fitz (Iain De Caestecker)? Pois bem, este episódio concedeu a resposta certa neste episódio que, tal como o episódio 4722 Hours, coloca todo o seu foco numa só personagem, mas com algumas variantes.

Já se sabe que Fitz foi o único agente da S.H.I.E.L.D. que ficou para trás, e este episódio permitiu-nos observar como é que ele tem trabalhado para tentar ajudar os seus amigos. Arranca-se com Fitz encarcerado numa base militar, onde é interrogado a fundo pelos seus captores, os tenentes Evans (Zibby Allen), Lucas (Joe Layton) e a General Hale (Catherine Dent), que procuram trazer a S.H.I.E.L.D. à justiça após os eventos ligados ao mini-arco da Framework. No entanto, Fitz não consegue tratar de tudo sozinho, daí de pedir ajuda a uma cara conhecida: Lance Hunter (Nick Blood)!

Ao contrário do one-man show (neste caso, one-woman show), este Rewind mostrou todas as pessoas com quem Fitz trava conhecimento ao longo do episódio. Além do supra-mencionado Hunter, o episódio também deu uma resposta à verdadeira identidade do agente (Joel Stoffer) que abriu esta season premiere. Pensava-se antes que este ser poderia ser uma entidade maligna que tinha mandado o resto do grupo para o futuro distópico. Aqui, as suas verdadeiras intenções – e nome – foram revelados. E assim os Agents of S.H.I.E.L.D. ganham um novo aliado, ainda que teime em falar por código de vez em quando.

Este episódio também apresentou Polly (Lola Glaudini) e Robin Hinton (Lexy Kolker). Embora, à primeira vista, estas duas possam ser uma família mãe-filha normal, foi interessante ver a forma como estas se relacionam com uma certa personagem que tinha aparecido anteriormente na série, nomeadamente o episódio Spacetime.

Mas mais do que resposta a alguns mistérios em aberto da temporada ou referências a eventos passados, este episódio pertenceu puramente a Fitz e Hunter. Já nos tínhamos esquecido da química hilariante partilhada entre estes dois personagens, uma oportunidade rara que Caestecker e Blood aproveitam ao máximo. Ainda que haja vários momentos de bom humor bem passado (o que contradiz o tom mais negro que o habitual), existem também aqueles doces momentos de bromance que coloca este duo no pedestal neste episódio. Foi bom ver Hunter, que tem estado desaparecido da série desde uma despedida emocional, consolar Fitz por causa dos seus feitos na Framework e colocá-lo pronto para mais uma missão.

0 85 100 1

85%
Average Rating

Este episódio ajuda a responder a algumas questões pertinentes no que se toca a Fitz. E ter Hunter de volta também dá uma valente ajuda!

  • 85%

Comments