Mini-Reviews TV Speechless TV

Speechless – Midseason Finale – 2ª Temporada

Speechless

Os Dimeo estão prontos para uma nova temporada de gargalhadas e de serão para toda a família. Mesmo mantendo a sua qualidade de intervenção social, Speechless, por vezes, não consegue atingir a sua meta, mas não deixa de ser um registo importante e uma comédia eficaz a longo prazo.

O MELHOR:

Minnie Driver e Micah Fowler são absolutamente maravilhosos.

Ambos com as suas personalidades vincadas, Maya e JJ são uma dupla magnífica e, cuja mensagem vai para além da imagem e da simples conotação de comédia. Micah Fowler possui paralisia cerebral na vida real, nada na sua passagem por Speechless é falso ou encenado. A espontaneidade do ator derivada da sua condição física revela que Speechless é uma série muito importante nos dias que correm.

A componente social é crucial para Speechless, assim que explora as vulnerabilidades duma pessoa incapacitada fisicamente e das suas relações familiares, mas também mostra um outro lado onde nenhuma incapacidade ou debilitação física deve ser tomada como um fardo ou motivo de pena.

Os Dimeo têm garra, são impulsivos quando se deparam com alguém que trata JJ como diferente, em terminologia popular, como “um coitado”. A premissa passa precisamente por esta educação social de que ninguém precisa de ser tratado de forma diferente só porque está dependente de uma cadeira de rodas, porque não consegue ver, ouvir ou falar. A conduta humana perante estes factos foi sempre ambígua e, até agora, inexistente em televisão.

Speechless é precisamente aquele pedacinho de céu que nos conta uma história divertida, quebrando os tabus relacionados com a sua temática. Aliás, é uma comédia também muito desavergonhada e esta impulsividade torna-a única à sua maneira enquanto produto televisivo.

O PIOR:

Apesar de toda esta mensagem social extraordinariamente complexa e importante, Speechless perdeu um pouco do seu fogo.

A nova temporada oscila demasiado nos momentos cómicos e nem sempre consegue ser direta em transmitir a sua mensagem. A equipa de argumentistas por vezes encontra dificuldades de história que não consegue ultrapassar, tornando os episódios pouco envolventes e amenos.

Nem todas as personagens conseguem também brilhar e, apesar da série fazer os possíveis para as tornar apetecíveis ao público, nem sempre o conseguem fazer. Ray, Dylan e Jimmy nunca conseguem chegar ao patamar dos restantes, que possuem um carisma muito próprio e destacam-se pelas suas personalidades fortes.

Ainda assim, Speechless é muito agradável e é uma comédia que devia ser vista por todos. Resta-nos esperar pelos próximos episódios e ver se a série melhora.

Speechless regressa a 3 de Janeiro.

0 75 100 1
75%
Average Rating

Minnie Driver e Micah Fowler são o rosto de Speechless, mas sua presença forte abafa a dos restantes. No entanto, Speechless continua a ser uma das comédias mais importantes da televisão.

  • 75%

Comments