Frame by Frame How to Get Away with Murder TV

How to Get Away with Murder – 4×08 – Live. Live. Live.

How to Get Away with Murder

CONTÉM SPOILERS

Estamos de volta para o midseason finale num episódio que, mais uma vez, nos deixa on edge a todo o momento. Connor descobre a verdade e conta a Annalise; Michaela, Oliver, Laurel e Asher decidem levar a cabo o plano para recuperar os ficheiros da empresa Antares, pertencente ao pai de Laurel que, por conseguinte, é o assassino de Wes. Tudo se vai gradualmente desmoronando até chegarmos às respostas por que tanto ansiávamos.

How to Get Away with Murder é uma caixa de surpresas. Tanto que o grande twist nunca desilude. A série é rude, cruel, gráfica na forma como aborda o seu problema. O ritmo é tão fulguroso que nos leva a roer as unhas a cada flashback ou flashforward até à situação.

Apesar desta temporada, em si, não ter sido propriamente cativante desde o início, o crescente “esmigalhar” de pequenos passos para desvendar o grande mistério foi feito com mestria. No entanto, o episódio peca por não conseguir explorar as novas personagens secundárias convenientemente. Nisto falo, por exemplo de Isaac ou Tegan que, como já podemos ver, serão imprescindíveis para os capítulos seguintes.

Outra questão menos boa é a súbita cumplicidade entre Bonnie e Nate e a sua porção de história que não deu em nada, tornando-se algo deslocado de todo o resto que o público está curioso. De facto, talvez tenha sido este o maior erro dos argumentistas; de separar estas duas personagens do enredo principal e não saber propriamente o que fazer com ambos.

Mas How to Get Away with Murder conseguiu mais uma vez deixar-nos de coração a palpitar com a rapidez de sequências e com as brilhantes performances do seu elenco, bem como um belo realçar da cor vermelha que nos deixa sempre num deslumbre mórbido. As respostas chegaram, os eventos foram desmascarados e novos problemas irão surgir para os nossos companheiros.

Viola Davis continua brilhante e o resto do elenco, incluindo Aja Naomi King, provaram, mais uma vez, que estão à altura dos desafios.

Conseguirão eles derrubar o pai de Laurel? Conseguirá Annalise superar o seu alcoolismo? Terá Isaac um papel mais importante no futuro? Que novo enredo mirabolante estará por vir? É certo que o final do episódio deixa uma réstia de esperança mas, pelo menos, conseguiu mais uma vez enganar-nos para o que verdadeiramente aconteceu no grande twist final e, por essa proeza, How to Get Away with Murder continua a ser a série rainha dos twists.

Leiam o Frame by Frame anterior aqui.

0 85 100 1
85%
Average Rating

O último episódio deste ano de How to Get Away with Murder continua a assegurar que a série é a rainha dos twists, com a ajuda de todo o seu elenco dedicado.

  • 85%

Comments