Frame by Frame Legends of Tomorrow TV

Legends of Tomorrow – 3×05 – Return of the Mack

Legends of Tomorrow

O Halloween já passou na semana passada, mas parece que Legends of Tomorrow continua a querer investir no sobrenatural.

Esta semana, as Lendas viajam para uma Londres vitoriana, com o intuito de caçar um anacronismo (nesta caso, um vampiro). No entanto, dão de caras com Rip Hunter (Arthur Darvill), que os informa de uma nova ameaça: Mallus (voz de John Noble). 

Rip Hunter foi uma peça fulcral nos inícios da série, com o seu papel a perder o seu impacto até ter dado o destaque merecido aos nossos heróis. Portanto, foi um bocado estranho voltarmos a encontrar o viajante de novo com a equipa, assim do nada. O que vale é que, ao menos, temos uma equipa que já se superou a Rip, o que deixa no ar uma espécie de atmosfera de desconforto. Nostálgico, sim, mas desconfortante, no fim e ao cabo. Dito isto, a tensão sentida entre Rip e Sara (Caity Lotz) sempre são bons momentos para testemunhar.

Cada vez mais a série parece que a série está a tentar abordar um lado mais místico da DC Comics. Apesar de ser uma aposta interessante, considerando que a série se insere mais no género da ficção científica, existe aquele receio de cometerem os mesmos erros de Arrow, que se perdeu ao longo do trajeto ao apostar numa veia mais mística. Sem mencionar o facto de agora incluir também ressurreições, com o episódio a trazer uma personagem tida como morta. Se por um lado é uma maneira mais económica de fazer uma “reciclagem”, também tem o medo geral que os produtores possam vir a “bater na mesma tecla”.

Felizmente, é a dinâmica da equipa que salva o episódio de uma completa atrocidade. Por um lado, temos Jax (Franz Drameh) e Ray (Brandon Routh) a tentarem encontrar uma maneira de quebrar a ligação entre Jax e Stein (Victor Garber). Fica na ideia de que os produtores estão a fazer tudo por tudo para que haja uma transição agradável quando Garber sair da série (facto que já foi confirmado recentemente). Mas é bom ver que existem boas razões para tal. 

Zari (Tala Ashe) é que continua a desiludir. A sua predisposição desde o seu primeiro dia como Lenda tem sido uma de hostilidade, não se sentindo à vontade na equipa. Se na passada a vimos a amolecer junto de Ray, esta semana Zari interagiu com Amaya (Maisie Richardson-Sellers). E existe aqui uma espécie de ligação palpável entre ambas as heroínas místicas. E como se trata de uma adição recente à série, dá-se o desconto de a personagem ser “verde”, seja pelas regras das viagens no tempo que estamos fartos de saber ou de confiar em forças desconhecidas. Pode ser que esta cresça com cada erro tomado, mas só esperando para ver.

Mas se é comédia que procuram, então Mick (Dominic Purcell) continua a ser o motivo de força maior, especialmente pelos pequenos momentos por ele protagonizados (o momento em que se torna num “jovem” quando ouve falar em vampiros é simplesmente priceless).

0 73 100 1

73%
Average Rating

O mundo das artes místicas parece estar a tomar de assalto as Lendas. Resta saber se aprenderam com os erros anteriores de Arrow.

  • 73%

Comments