House of Cards Mini-Reviews TV TV

House of Cards – Season Finale – 5ª Temporada

House of Cards

House of Cards conta-nos a história de Frank Underwood (Kevin Spacey) e da sua esposa Claire (Robin Wright). Kevin Spacey interpreta o papel de um congressista democrata americano cujo objetivo é tornar-se presidente dos Estados Unidos da América. Para o conseguir, Frank e Claire estão dispostos a ultrapassar todos os limites e a derrubar todos os obstáculos.

O melhor:

Ao longo das cinco temporadas assistimos a um Frank poderoso, sedento de poder, imparável. No entanto, ao contrário do que se havia passado anteriormente, nesta última temporada é possível ver a ascenção da personagem Claire, que acaba por fazer frente ao próprio marido. Agora, Frank vê-se rodeado de problemas que foi acumulando ao longo do seu mandato, está cada vez mais cansado e frágil aos nossos olhos e Claire vai-se tornando cada vez mais poderosa e mais forte, trilhando o seu caminho rumo ao poder. Para além disso, nesta última temporada assistimos a uma tomada de consciência por parte de Claire, onde esta se questiona se todos os planos, todas as estratégias e corrupção ao longo dos quatro anos valeram realmente a pena. Assistimos, então, a uma sensibilização e humanização que até agora não tínhamos visto por parte de Claire, uma personagem que transparece poucas emoções e transmite poucas palavras. O mesmo não acontece com Frank, que continua desumano e com a ganância de poder que lhe é típica.

O pior:

Começam, agora, a destacar-se algumas fragilidades em House of Cards. Em primeiro lugar, o público começa a estar cansado das jogadas de Frank e Claire. A verdade parece nunca vir ao de cima e os verdadeiros vilões nunca são apanhados. O que House of Cards precisa, neste momento, é de um desfecho, um verdadeiro final. O público precisa de saber o que vai acontecer aos Underwood. Para além disso, a imagem que tínhamos de um casal carismático e poderoso como Frank e Claire começa a desvanecer-se. Ao contrário do que acontecia anteriormente, em que víamos Frank e Claire como uma dupla imparável, agora vemos que os dois começam a seguir caminhos diferentes devido às ambições de cada um.

Em House of Cards assistimos à podridão do ser humano. Vemos o lado mais negro e insensível do Homem, onde não há limites quando se trata de atingir metas. House of Cards toca numa ferida da sociedade: a política. Leva-nos a questionar até que ponto a ficção não se poderá aproximar da realidade. Ou, mais do que isso, leva-nos a imaginar o que faríamos nós se estivéssemos no lugar dos Underwood e até onde iríamos por poder.

 

Estado da série: renovada.

0 90 100 1
90%
Average Rating
  • 90%

Comments