Mini-Reviews TV TV

The Good Fight – Season Finale – 1ª Temporada

The Good Fight

Diane Lockhart vê-se envolvida num escândalo financeiro após ter pedido a reforma na sua empresa de advocacia. Isto força a protagonista a ter de procurar um novo emprego e que faz com que ela conheça Maia Rindell. Maia é filha dos supostos “vigaristas” que extorquiram Diane e muitos outros empresários bem-sucedidos. No entanto, Diane promete ajudar Maia no que puder para que ambas consigam superar do escândalo que as uniu.

O Melhor: Para os fãs de The Good Wife, The Good Fight mostra-se um exercício obrigatório. Para os que não terminaram ainda The Good Wife, tal como eu, preparem-se para se sentirem ainda mais felizes com o casal King (criador de ambas as séries). Este spin-off não só supera a série que lhe deu origem como se afunda em questões problemáticas desenvolvendo-as no ritmo certo, sem avanços exagerados ou lentidão penosa. As senhoras de The Good Fight são absolutamente maravilhosas e são elas que dominam o ecrã. Desde uma recuperada Christine Baranski, passando por Rose Leslie que embarca nesta nova aventura, até a Lucca e Marissa (já conhecidas pelos fãs de The Good Wife). A verdade é que a série constrói a sua narrativa de forma cativante, quebrando com o caráter procedural da série-mãe o que, por si só, arranca prestações magníficas dos seus atores. É uma das melhores estreias do ano e, mesmo não conhecendo todas estas personagens da série que lhe deu origem, já me sinto bem realizado por conhecê-las através do spin-off. São empolgantes, maravilhosas e extraordinárias. Os atores convidados são todos de um calibre de ouro da televisão e muitos foram recuperados, também, de The Good Wife.

O Pior: Não há muito de negativo a apontar, talvez um episódio menos empolgante aqui ou acolá, mas nada de grave.

A série já foi renovada para uma 2ª temporada.

0 91 100 1
91%
Average Rating

The Good Fight é o spin-off perfeito que se torna melhor ainda que a série que lhe deu origem: The Good Wife. Um feito raro e impressionante.

  • 91%

Comments