Mini-Reviews TV TV

Parks and Recreation – Series Finale – 7ª Temporada

Parks and Recreation

O Melhor: Para quem não conhece a série, Parks and Recreation acompanha Leslie Knope, uma entusiasta pela vida e líder do departamento de parques e recreação de Pawnee (Indiana), e a sua equipa no dia a dia. É uma série que, durante 7 temporadas, aligeirou a noção de trabalhar para o governo procurando realçar o seu lado divertido sem ter receio de fazer umas quantas piadas direccionadas ao mesmo. É daquelas pérolas televisivas, muito ao estilo documental de Modern Family, que não só constrói as suas personagens principais com afinco, como projeta o seu elenco secundário para a ribalta. A regra do improviso é essencial e a escrita caprichada de conotações sociais e políticas é exímia. É tudo criado e cuidado com muita dedicação e carinho, o que a torna irresistível. Nesta última temporada, as personagens de Pawnee despedem-se do seu público, num adeus sentido e emocional. O próprio espectador apercebe-se do quanto é difícil para os atores deixarem as personagens que durante tantos anos acompanharam o seu sucesso em Hollywood. Chris Pratt, agora vedeta de Guardians of the Galaxy e de Jurassic World, foi um dos quantos atores que viu a sua carreira disparar à custa de Andy Dwyer, um homem adulto com mentalidade de criança.

Podia falar tanto de Parks and Recreation, mas não pretendo roubar o protagonismo a Leslie Knope. No entanto, realço que a série não só triunfou no percurso da comédia, como se tornou numa das melhores séries de televisão do momento. Isto porque é implacável em estabelecer paralelismos com a América dos dias de hoje e de problemas tais como a obesidade, consumismo, jornalismo precário, capitalismo, publicidade enganosa, etc.; e o seu humor assume as rédeas, primando pela diferença sem ser demasiado insultuoso.

Vamos ter todos saudades de Jerry Gergich e do seu bullying diário, dos devaneios de Leslie, da sinceridade de April, da ingenuidade de Andy, de Treat Yo’ Self, de Jean-Ralphio e a sua irmã, das afirmações de Perd Hapley, de Li’l Sebastian, de Ron Swanson, de Burt Macklin, FBI, dos The Cones of Dunshire, e todas aquelas pequenas coisas que tornam Parks and Recreation uma daquelas séries que guardamos para sempre no nosso coração.

O Pior: Ter acabado, como é óbvio. Espero que o destino desta série, pelo menos em Portugal, resulte como FRIENDS (TV Show), em que mais pessoas a viram assim que terminou do que quando estava no ar.

0 97 100 1
97%
Average Rating

Parks and Recreation chega ao fim e as saudades já apertam de todas estas personagens hilariantes e maravilhosas.

  • 97%

Comments