Mini-Reviews TV TV

Making a Murderer – Season Finale – 1ª Temporada

Making a Murderer

Estamos perante a aposta mais ousada da Netflix no que toca à televisão documental. Rivalizando com as grandes produções do National Geographic, Making a Murderer quase que poderia passar por um exercício ficcional contado em 10 horas, filmado em 10 anos. Isto porque o realismo da sua história, verídica do princípio ao fim, quase que parece saída de um episódio de How to Get Away With Murder se fosse realizado e/ou protagonizado por Donald Trump. Isto porque é feroz nas críticas ao sistema judicial norte-americano como confere características de vilão aos intervenientes da história do injustiçado Steven Avery.
Steven Avery foi acusado pela violação e mutilação de uma mulher e, enquanto todas as provas fomentam o contrário, as forças policias de Manitowoc, uma pequena província no estado de Wisconsin, tentam demonstrar que Avery é um homem perigoso e digno de estar atrás das grades. Durante 18 anos Avery ficou fechado na prisão por um crime que não cometeu mas, quando sai em liberdade, tudo parece desabar novamente quando surgem suspeitas do seu envolvimento no homicídio de Teresa Halbach.

O Melhor: Tudo. Making a Murderer é duro, cruel, forte, imprevisível e puro. As suas intenções vão muito para além do enaltecimento de um indivíduo injustamente incriminado, passando para um registo monstruoso da má conduta policial, da tentativa de alteração de provas, entre outros problemas reais da justiça americana. A sua forte componente factual permite ao espectador revoltar-se com as atrocidades que vão sendo feitas, desde a uma importante mensagem social ao abuso de poder e à constante necessidade de controlo. É caso para dizer que a nova série documental da Netflix é um exemplo de coragem televisiva, de dar voz a quem é esquecido, de dedicação na procura da inocência, de um despertar de consciência para quem se diz lutar por um mundo mais justo. Em suma, W-O-W!

O Pior: Não há absolutamente nada, apenas aquele vazio de nós, como espectadores, querermos ajudar, contribuir para o enredo, de tentarmos marcar pela diferença. É tão visceral que provoca exatamente esse sentimento até nas estrelas de Hollywood que mostraram o seu descontentamento via redes sociais.

A série foi renovada.

0 100 100 1
100%
Average Rating

Making a Murderer é uma série documental sem qualquer defeito. É perigosamente viciante e revoltante e consegue trazer ao espectador todo um misto de emoções.

  • 100%

Comments