Mini-Reviews TV TV

New Girl – Midseason Finale – 4ª Temporada

New Girl

O Melhor: A leveza de argumento e o talento de Zooey Deschanel poderão ser os únicos pontos a favor de uma das mais famosas séries de comédia do mundo. New Girl é uma paródia destinada às típicas teenagers americanas em que todos os problemas da vida surgem em redor de arrufos amorosos e de companheirismo sem o mínimo de inteligência. Não há uma história linear que vá cobrindo as lacunas argumentativas, apenas pequenos devaneios sem interesse e sem moral. Apesar de se inserir na linha de FRIENDS (TV Show) ou How I Met Your Mother sem, claro, os cenários típicos de convívio comum, New Girl é um caso frustrado que não tem nada de novo para mostrar, muito menos rédeas narrativas para progredir.

O Pior: Com um elenco maioritariamente talentoso e alusões claras a outras séries televisivas, a vida de Jess é uma idiotice apascaçada que trata os seus espectadores como crianças e nem sequer dessa forma consegue transmitir um conceito moralístico pertinente. É caso para dizer que New Girl é o maior falhanço da FOX. Dramas superficiais, comédia sem gosto e personagens irrelevantes tornam-na num tormento a evitar. Não há desenvolvimentos na história dos seus protagonistas, embora toda a gente saiba como irá terminar a narrativa: Nick com Jess, Schmidt com Cece, Winston com o Tico e o Teco em fase de decadência e com Coach caído de paraquedas e sem vida amorosa estável. Há uma altura que, ainda com um sorriso aqui ou acolá que vamos esboçando, New Girl não avança na mediocridade e, com cameos de excelência que incluem Rob Reiner, Julian Morris, Jessica Biel e afins, merecia muito mais. Até Zooey Deschanel que é uma atriz formidável com os seus olhos cristalinos, pele branca e visual excêntrico, se torna numa comichão irritante e que não nos larga; Jake Johnson com a típica expressão sem vida e com a sua postura “baldas” não parece ter noção das parvoíces da sua personagem; Max Greenfield que foi o membro mais forte a nível cómico ao longo das temporadas tem o seu Schmidt cansado, previsível e forçado; Winston… bem, nem sei o que dizer dele porque ainda não deu para perceber onde e como é que ele se enquadra na história; Coach regressou ao apartamento, mas sem nenhuma história para contar nem para trazer um pouco de ar fresco.

É caso para dizer que não há rigorosamente nada de positivo a referir.

O resto da temporada chega em Janeiro.

0 32 100 1
32%
Average Rating

New Girl é uma comédia sem piada. Uma que vive de in-jokes que o público por norma não está familiarizado, e que perde toda a sua relevância.

  • 32%

Comments