Arrow Frame by Frame TV

Arrow – 4×16 – Broken Hearts

Arrow

Bem, Oliver Queen e companhia estão de volta para a última rodada de episódios desta quarta temporada. Pena é que não tenha convencido todos.

Comece-se logo pela pior parte do episódio: Amy Gumenick como Cupid. As suas aparições durante a terceira temporada eram, na melhor das hipóteses, decentes. Infelizmente, isso não se notou neste episódio. Muito porque a sua loucura em nada correspondeu com o tom estabelecido para o episódio. Ou seja, lidar com o rescaldo do evento do episódio anterior: o fim da Olicity. Foi um evento dramático tanto para Oliver (Stephen Amell) como Felicity (Emily Bett Rickards). E esse evento com certeza trouxe uma nova complicação para este casal, permitindo ver uma veio mais dramática que o costume. Daí de ter sido de bastante mau gosto ver estes dois a serem confrontados em todas as curvas pelas suas decisões. Vá lá que o desfecho não desiludiu, mas a execução? Banal, no mínimo.

E seguir esta linha temporal certamente ajudou a ofuscar duas partes de grande destaque. Por um lado, FINALMENTE os flashbacks começaram a ter a atenção devida no que se toca ao desenvolvimento deste enredo paralelo, depois de tantos outros a praticar gastar tempo. Por outro, também se teve aquela que foi a melhor secção da noite: o julgamento de Damien Darhk (Neal McDonough). Raramente se via a tépida Laurel (Katie Cassidy) a usar a sua mente legal, só mesmo se via a personagem a batalhar demónios pessoais. Daí de vermos Laurel como uma advogada ser uma espécie de lufada de ar fresco. Mas se a notar pelas últimas imagens do episódio, parece que não é desta que nos iremos ver livre do Darhk.

0 68 100 1
68%
Average Rating
  • 68%

Comments