Frame by Frame How to Get Away with Murder TV

How to Get Away with Murder – 3×07 – Call It Mother’s Intuition

How to Get Away with Murder

Novo episódio, novas emoções, novos twists. Annalise e os Keating 5 estão em guerra declarada assim que o seu novo caso leva a um momento de revelações. Uma mãe diz ter sido envenenada pelos seus 3 filhos que dizem estar a ser vítimas da malícia da mesma; os 3 são clientes de Annalise e os alunos têm de descobrir uma forma de provar que estes estão inocentes. Pensando que não este caso aparentemente isolado tem muitas semelhanças da forma como os nossos adorados Keating 5 pensam acerca da sua mentora o que, por si só, trás uma riqueza incrível ao episódio. Oliver passa por um mau momento na sua nova aventura romântica, ao passo que Wes e Laurel tornam-se cada vez mais íntimos. Wes vê-se embrulhado numa situação do seu passado que pode trazer consequências gravíssimas para o seu futuro.

A este ritmo os acontecimentos disparam para todo o lado trazendo consigo uma progressiva exploração do grande twist que chegará daqui a duas semanas. A ação é tão interessante e envolvente que, quando se pensa que não há já muito por onde fugir, a equipa continua a apostar inteiramente nas suas magníficas personagens. Um exemplo disso é precisamente a sobriedade de Annalise e na forma como isso tem afetado o seu humor, começando a trazer consigo recompensas.

Oliver também ganha destaque e o seu papel está cada vez mais importante para o aspeto humano da série. Sendo que a personagem é portadora do vírus do HIV, cabe a Conrad Ricamora trabalhar a sua personagem de forma natural e a romper com todo o preconceito que continua a surgir na nossa sociedade. A aceitação, preocupação, abordagem do tema necessita de ser tocante o suficiente para fazer abrir os olhos do Zé Povinho.

É precisamente aqui, neste trabalho de personagens, que How to Get Away with Murder continua a triunfar, semana após semana.

0 87 100 1
87%
Average Rating

Este episódio continua a trazer How to Get Away with Murder para as bocas do mundo com os seus já característicos twists imprevisíveis.

  • 87%

Comments