FEUD Frame by Frame TV

FEUD: Bette and Joan – 1×07 – Abandoned!

FEUD

Chegamos ao penúltimo capítulo deste conflito épico e voltamos novamente a um set de rodagem que junta as duas protagonistas, o do filme Hush… Hush, Sweet Charlotte.

No início tudo parece estar a correr bem, mas Joan Crawford não aguenta ver Robert Aldrich e Bette Davis sempre juntos, assim como a equipa reunida em convívios caseiros sem a convidarem, sentindo-se desprezada e ultrapassada. Se isso não fosse já motivo para as suas inseguranças virem ao de cima, ainda descobre que Davis é produtora do filme, o que implica intrometer-se nas suas cenas e dar-lhe indicações.

Não suportando mais isso e querendo que a vejam como a peça essencial do puzzle, Joan decide boicotar a produção fingindo uma pneumonia. O que acontece com esta atitude? As filmagens atrasam e os custos crescem a olhos vistos. O seu objectivo era o cancelamento do filme, independentemente de que isso lhe pudesse vir a trazer.

Mas Bette não desistiu e consegue arranjar substituta para a rival, nada mais nada menos que a sua amiga Olivia de Havilland (e aqui é-nos oferecido mais uma pedacinho da maravilhosa Catherine Zeta-Jones).

O mais engraçado no meio disto tudo é que quando as duas divas estão sozinhas e se confrontam, vêm ao de cima as suas fragilidades e similaridades como acontece numa emocionante cena onde mostram, mais uma vez, as dificuldades que sempre tiveram em se imporem nesta indústria machista.

Se por um lado temos a beleza de Joan que sempre quis ser só mais que uma cara bonita, por outro temos o talento de Bette, que sempre teve de se esmerar por não ser a “menina bonita” que Hollywood pretendia.

Ainda outra coisa que vemos acontecer às duas atrizes neste episódio é perderem alguém. B.D. Merrill, a filha de Bette Davis decide casar e as cenas que vemos dessa decisão só demonstram o quanto a relação das duas é consumida pela culpa e pela mágoa.

E também Mamacita abandona Crawford, depois desta lhe atirar outro objecto, tal como tinha prometido se isso voltasse acontecer. Com todas estas atitudes, Joan tornou-se a sua própria inimiga. Dói ver essa sequência, mas estava na hora do nosso “braço-direito” favorito fazer alguma coisa.

A um episódio do fim, a qualidade mantém-se, tanto na fotografia e realização, como na brilhante interpretação de todo o elenco e já anseio por aquilo que iremos ver no capítulo final deste conflito que nos conquistou desde o primeiro minuto.

0 89 100 1
89%
Average Rating

Acompanhando as dificuldades da rodagem do novo filme, surgem perdas nas vidas das duas atrizes, enquanto se tentam magoar mutuamente.

  • 89%

Comments