Arrow Frame by Frame TV

Arrow – 5×21 – Honor Thy Fathers

Arrow

Durante o episódio desta semana Oliver (Stephen Amell) diz que sente que dá um passo em frente e é arrastado pelo passado. É exatamente essa a melhor forma de descrever todo o episódio. Chase (Josh Segarra) envia a Oliver um corpo enterrado em cimento com provas que indicam que o assassino terá sido o seu pai. Isto dá início a uma tentativa de provar a inocência de Robert Queen e leva a investigação a cruzar-se com o passado do pai de Chase. Ao mesmo tempo os criminosos que Adrien colocou atrás das grades são libertados e a equipa vê-se forçada a dividir esforços. O episódio conta ainda com a tentativa de René (Rick Gonzalez) de recuperar a filha, algo que o deixa bastante nervoso, e com o regresso de Thea (Willa Holland). Para além deste enredos vemos ainda flashbacks do regresso de Oliver à ilha com Anatoly (David Nykl). A certa altura Anatoly diz também algo que se aplica a este episódio, que Oliver é ingénuo. Todo este episódio foi uma prova da falta de inteligência de Oliver a um nível ridículo. É compreensível que a personagem tenha que cair em algumas armadilhas para avançar o enredo. Mas as armadilhas em que cai repetidamente com Chase e todas as decisões que tomou neste episódio foram frustrantes de tão previsíveis serem.

Apesar de ter os seus bons momentos (e há que ser justa com este episódio, teve momentos melhores que o habitual), Arrow continua a não se aproximar da qualidade das outras séries do seu universo. Curtis (Echo Kellum) e Dinah (Juliana Harkavy) tiveram os seus momentos para mostrar o valor que têm para a equipa e vão trazendo alguma comédia. A decisão que René tem que tomar em relação à sua filha trouxe boas cenas com Quentin (Paul Blackthorne). O episódio teve bons momentos de ação – que poderiam ter sido um pouco melhores – em grande parte graças ao regresso de Cody Runnels. Mas quando terminamos o episódio sentimos que voltámos à estaca zero. Mais 45 minutos que serviram para Oliver, e desta vez também Thea, questionarem a sua personalidade e motivações. Mais 45 minutos de Oliver a ser manipulado como se tivesse começado a ser o Green Arrow há dois meses.

0 60 100 1
60%
Average Rating
  • Mais 45 minutos de Oliver a ser manipulado como se tivesse começado a ser o Green Arrow há dois meses.
    60%

Comments