Frame by Frame Lucifer TV

Lucifer – 2×07 – My Little Monkey

Lucifer

O episódio desta semana de Lucifer focou-se num caso muito pessoal para Chloe (Lauren German), já que envolveu o homem responsável pela morte do seu pai. Depois de vários episódios que colocaram Chloe um bocadinho em segundo plano, esta oportunidade de ver a personagem a lidar com algo mais emotivo foi interessante. Tivemos também direito a alguns flashbacks do início da sua carreira, que mostram uma Chloe consistente: vemos sempre a sua coragem, o seu sentido de justiça e a vontade de mostrar o seu valor. Este episódio não trouxe muito de novo quanto a isso, nenhuma atitude de Chloe foi particularmente surpreendente. Embora seja uma boa personagem, seria interessante no futuro continuar a explorar outros lados, talvez com a ajuda de personagens como a sua mãe ou Mazikeen.

Maze (Lesley-Ann Brandt) teve neste episódio a difícil tarefa de reconquistar a amizade de Linda (Rachael Harris) depois de Lucifer se ter revelado à psiquiatra. Conseguimos ver o quão importante estas novas relações são para Maze e o valor que dá à imagem que os outros têm de si, mas sempre de forma equilibrada com o que já conhecemos da personagem. Maze começa assim a tornar-se uma parte mais integral da série ao contrário dos primeiros episódios em que existia apenas para informar a personagem de Lucifer. Esta situação trouxe-nos também mais de Linda, uma personagem que raramente vemos vulnerável mas que neste episódio mostrou esse lado.

Lucifer (Tom Ellis) volta à sua habitual crise de identidade, convencido de que a sua personalidade só cria problemas e magoa os que o rodeiam. Para resolver a situação decide tornar-se mais “Dan”, já que este parece ser tão prestável e boa pessoa, e acima de tudo “normal”. A dinâmica entre os dois trouxe muitos momentos de humor e acabou por nos revelar uma faceta inesperada de Dan (Kevin Alejandro) e aquilo que é definitivamente uma amizade improvável prestes a começar.

Foi um episódio que nos trouxe mais das personagens, com uma qualidade dentro daquilo a que estamos habituados. Deu-nos uma pequena pausa no enredo da mãe e da perda de poderes de Lucifer e Amenadiel e focando-se no lado humano de todos envolvidos.

0 81 100 1
81%
Average Rating
  • Depois de vários episódios que colocaram Chloe em segundo plano, foi uma boa oportunidade de ver a personagem a lidar com algo mais emotivo.
    81%

Comments