Frame by Frame How to Get Away with Murder TV

How to Get Away with Murder – 2×03 – It’s Called the Octopus

How to Get Away with Murder

Já tinha saudades de ir buscar o meu queixo ao chão sempre que via um episódio de How to Get Away with Murder.

A série caminha para o estatuto de excelência a cada momento que passa, não só pela sua pertinência social mas também pela criação de twists inesperados a um ritmo pouco visto em televisão. Annalise continua com o caso dos supostos irmãos assassinos e, pelos vistos, tenta resolver um novo que envolve muita “tensão sexual”. O mote está lançado e Annalise e companhia deparam-se com problemas graves assim que Wes desconfia do desaparecimento súbito de Rebecca, ao mesmo tempo que Frank cria ainda mais mistério na cabeça de Laurel e Bonnie e Asher enfrentam uma inesperada rutura. A narrativa vai caminhando para uma trama principal que é adornada por um enredo secundário interessante, conferindo uma “sexyness” às personagens por se verem embrenhadas num ambiente sedutor e de muito capricho sexual.

O envolvimento dos intervenientes que se vai entrelaçando simultaneamente como se se tratasse de um mistério digno dos clássicos Hitchcockianos cresce de forma progressiva, fazendo o expectador roer as unhas das mãos, dos pés e morrer de ansiedade para o episódio seguinte que só chegará daqui a uma semana. Viola Davis não só mostra que foi a merecida vencedora do Emmy deste ano, como continua a levar a sua personagem ao limite e os meninos e meninas que acompanham esta matriarca da advocacia tornam-se, cada um deles, melhores atores. Isto é, a série tem apostado tanto (e acertadamente) nas suas histórias paralelas que durante uma hora de episódio todo o tipo de sentimentos nos percorre pela mente. Mesmo quando “injeta” uma história paralela e que não possui tanta relevância para o enredo principal, How to Get Away with Murder triunfa na junção dos seus elementos. É uma série ousada, sem escrúpulos e que não tem medo de abordar temas socialmente controversos. Há uma mensagem incrivelmente bem estruturada através dos diálogos que oscilam entre a novela e thriller e que tornam a série num produto de uma qualidade acima do vulgar.

Apesar de não ter sido o melhor episódio desde que regressou, How to Get Away with Murder vai certamente marcar pela diferença tornando-se numa série de excelência e que, se tudo correr bem, nos continuará a dar muitas aflições durante temporadas a fio.

0 83 100 1
83%
Average Rating

O novo episódio de How to Get Away with Murder continua a progredir no enredo e a desenvolver as suas personagens carismáticas.

  • 83%

Comments