Frame by Frame The Walking Dead TV

The Walking Dead – 5×11 – The Distance

The Walking Dead

No final do episódio anterior, Rick e o grupo receberam uma visita misteriosa. Aaron é um estranho que parece seguir o encalço dos heróis, observando a sua rotina e ouvindo os seus segredos, há já algum tempo. Como é típico, a receptividade de Rick com pessoas exteriores ao seu grupo é nula e intolerante.

Depois de passarem por fome, sede e momentos de luto, todos estão a precisar de descanso e de um refúgio para se sentirem seguros e, quando Sasha e Maggie trazem Aaron para a sua zona de conforto, Rick sente a sua família ameaçada. As impulsividades do ex-polícia são compreensíveis e delicadas, já que em Terminus e Woodbury, aceitar novas amizades fizeram-nos perder entes queridos e locais potenciais para viver. A lei da sobrevivência que tem sido um dos pontos mais fortes desta temporada continua a fervilhar, e o pânico nos olhos de Rick em não conseguir encontrar motivos para rejeitar as aparentemente boas intenções de Aaron começa a perturbá-lo.

Aaron diz viver numa comunidade segura, em que os muros altos os protegem dos perigos do mundo externo, e onde há água e comida em abundância. Um verdadeiro paraíso para os ouvidos dos nossos heróis.

Com Maggie e Michonne a insistirem para que seja dada uma oportunidade ao novo membro, o líder opta por enviar uma equipa de cinco ao local que Aaron afirma estarem os veículos que os iriam levar a esse mesmo local. Glenn e os restantes acabam por se certificar que Aaron não estava a mentir.

Embora não esteja totalmente convencido, Rick aceita viajar até a Alexandria, um novo potencial lar para ele e todos os seus fiéis companheiros. Mas eis que a estrada que escolheram estava repleta de “walkers” e, por momentos, separam-se. A caravana onde Carl, Judith e quase todos os membros da equipa se encontravam desapareceu e Rick vê-se exposto a uma emboscada. Embora todos tenham conseguido fugir atempadamente, é nos momentos seguintes que temos algumas surpresas.

Em The Distance temos um excelente trabalho argumentativo em que mais uma vez somos confrontados com uma abordagem sentimentalista do líder. O peso de conduzir todos em segurança, ver a sua liderança ser questionada e a hesitação em aceitar novos membros tornam Rick numa personagem muito mais rica do que inicialmente se esperaria. Ele aprende que nem sempre fazemos as melhores escolhas, mas elas precisam de ser feitas se se quer viver mais um dia. As oportunidades são raras no meio de The Walking Dead e qualquer oportunidade pode transformar-se numa questão de vida ou morte. O facto de o grupo já se considerar uma família, os seus elos tornam-se cada vez mais profundos e fortes, uma vez que unidos aumentam as hipóteses de sobreviver.

0 75 100 1
75%
Average Rating

The Distance volta a trazer The Walking Dead ao seu esplendor, explorando as suas personagens mais interessantes.

  • 75%

Comments