Frame by Frame The Flash TV

The Flash – 2×04 – The Fury of Firestorm

The Flash

Pela segunda semana consecutiva, o enredo decidiu desviar-se do tema da Earth-2 e focar noutro tipo de conflitos. Desta feita, o maior foco reside num dos aliadas da Team Flash, o professor Martin Stein (Victor Garber), que ao longo dos episódios tem exibido sinais de que não se encontra tão bem de saúde como se pensava.

Tal como o título indica, é Firestorm que ganha a atenção devida, com a equipa a tentar encontrar um substituto de Ronnie (Robbie Amell) para salvar a já bastante frágil vida de Stein. E isto leva à apresentação de duas novas personagens: Jefferson ‘Jax’ Jackson (Franz Drameh) e Henry Hewitt (Demore Barnes). Jax era um candidato a jogador profissional, cujo futuro e ambições foram destruídas por causa do acidente que deu os poderes ao Barry (Grant Gustin). Drameh superou bem esse desafio, conseguindo demonstrar a dor de uma pessoa com os sonhos destroçados. Já Barnes, cujo Hewitt era um cientista, já não teve tanta sorte, muito por pouco ou nada se saber sobre as suas ambições, os seus motivos. Também se pode atribuir a culpa aos guionistas pela péssima caracterização dos seus vilões.

Outro ponto negativo quanto ao Firestorm: fica a ideia que de tanto The Flash como Arrow têm servido ultimamente como uma promoção à próxima série do casamento DC Comics/The CWDC’s Legends of Tomorrow.

Outro ponto negativo para o episódio é o contínuo destaque do drama familiar dos West, que nos remonta aos vários dramas que Arrow bem tenta gerir, sem grande sucesso. Mas há dois elementos que salvam este arco. Primeiro: Iris West (Candice Patton). Sim, admito que, no final da primeira temporada, Iris tornara-se uma personagem amarga de se ver, com a sua constante bipolaridade. E, na tão muito aguardada reunião mãe-filho (nota para um pouco de sarcasmo aqui), estava mesmo à espera de ver Iris a tomar uma atitude mais egoísta. Daí a minha surpresa de ver uma personagem tão odiada a tomar uma atitude mais realista. Segundo: pelo o que tudo indica, e graças a comentários de um dos produtores da série depois do lançamento do episódio, este “drama familiar” vai servir para apresentar mais uma personagem icónica de The Flash: Wally West, o terceiro Flash.

Nem se notou a ausência de Jay Garrick (Teddy Sears), mas cada vez mais gosto de ver os momentos partilhados entre Barry e Patty (Shantel VanSanten). Ao longe já dá para ver que este será o casal-sensação da temporada.

Notas de rodapé para o reaparecimento de Harrison Wells (Tom Cavanagh), que, mesmo da Earth-2, continua a ter aquele ar caracteristicamente misterioso, e a surpresa que foi King Shark. Nos dois sentidos: no bom, que mostra os efeitos especiais da série em vigor; e no mau, porque a sua aparição foi bastante curta (mais impacto teria se fosse como uma espécie de “mito urbano” por desvendar).

0 79 100 1
79%
Average Rating
  • 79%

Comments