American Horror Story Frame by Frame TV

American Horror Story – 4×07 – Test of Strength

American Horror Story

Como continuidade aos eventos do episódio antecedente, Test of Strength não é um daqueles episódios fantásticos ou com acontecimentos inesperados. É apenas um episódio de continuação e que, como sempre, mantém a fórmula característica da série.

American Horror Story tem sido alvo de algumas críticas negativas que afirmam que a série tem caído na mesma fórmula temporada após temporada e, nisto, referem-se à caracterização semelhante das personagens, por exemplo, Jessica Lange que é o centro de toda a narrativa em (quase) todas as temporadas, permanece com uma personagem autoritária, maliciosa e manipuladora. Na minha humilde opinião, penso que American Horror Story não tem que “mudar” a sua fórmula. A série é boa assim e é entusiasmante precisamente por causa desta dita “fórmula repetitiva”: não cai em exageros, nem em enredos secundários desinteressantes; mantém o foco na narrativa principal e nas suas inteligentes e carismáticas personagens.

Elsa Mars é surpreendida pelo regresso das gémeas Tattler, de quem se tentou livrar uns capítulos anteriores, e que não a acusam de ter vendido à psicopata família Mott. Stanley descobre o segredo de Dell e usa-o para chantageá-lo a matar uma das aberrações do circo para colocar em exposição no Museu de Anormalidades Científicas. Jimmy e Violet iniciam um romance “off the record” e algo de horrível acontece a Ma Petite.

Os destaques do episódio incidem na adaptação musical de Come as You Are dos Nirvana, cantado por Evan Peters numa clara homenagem à sua personagem da primeira temporada. A série continua, portanto, com uma banda-sonora esplendorosa e busca o talento adormecido nos atores como uma espécie de audição de qualidade dos “Ídolos”.

É certo que American Horror Story não está no seu auge, mas não é anormal isto acontecer. Os episódios do meio, por assim dizer, são sempre menos caprichados e as estratégias dos seus criadores residem em “puxar” pelo melhor do seu elenco. O avanço narrativo perdeu algum fulgor com a ausência do palhaço Twisty que acabava por dar um encanto diferente à temporada.

Para terminar, é de salientar que American Horror Story não é uma série que apressa o seu desfecho, mas uma no qual há que apreciar cada episódio pela sua magistral beleza aterrorizante.

0 73 100 1
73%
Average Rating

Test of Strength dá continuidade à história sem pressas ainda que não traga nada particularmente de novo à fórmula.

  • 73%

Comments