Frame by Frame iZombie TV

iZombie – 2×16 – Pour Some Sugar, Zombie

O episódio desta semana de iZombie, ainda que com um caso (e um cérebro) menos interessante, trouxe desenvolvimentos importantes para várias personagens. Com a morte de uma stripper que continha informações importantes para o caso de Peyton (Aly Michalka) contra Mr. Boss (Eddie Jemison), Liv (Rose McIver) vê-se obrigada a ingerir um cérebro pouco apelativo, que a deixa agressiva e sem preconceitos. Embora esta personalidade temporária tenha proporcionado momentos bastante engraçados, não foi decerto uma das mais marcantes da série até ao momento. Durante este episódio, podemos assistir à interação entre Peyton e Liv num ambiente mais cómico e leve, longe dos dramas que geralmente antecedem as cenas entre as duas. Esta relação mostrou o seu potencial nesta semana, dando a Peyton um pouco mais para fazer e colocando o Detective Babineaux (Malcolm Goodwin) um pouco de lado. Esperemos continuar a ver esta personagem crescer, agora que voltou para casa de Liv. Já a recém-zombie Rita (Leanne Lapp) parece estar em maus lençóis depois dos acontecimentos do episódio anterior. Esta é também uma personagem com bastante potencial, principalmente dada a nova dinâmica com o pai.

Começamos a ver também esta semana os efeitos da nova cura em Blaine, que aparenta estar bastante diferente, com lapsos de memória e uma mudança de personalidade drástica. Blaine tem sido sem dúvida um dos pontos altos da série, com um sentido de humor genial e uma prestação excelente de David Anders. Se por um lado é preocupante ver a personagem a perder algumas dessas qualidades durante este episódio, não deixa de despertar curiosidade em relação ao que poderá vir a acontecer.

E parece que as atividades noturnas de Major (Robert Buckley) começam finalmente a levantar suspeitas em Ravi (Rahul Kohli), que decide de uma vez por todas tentar perceber o que se passa com o melhor amigo. Já há vários episódios que esta situação se arrasta, pelo que qualquer revelação ou consequência é mais que bem-vinda. Principalmente quando Drake (Greg Finley), pelo qual Liv visivelmente ainda sente algo, foi a última vitima de Major. Esperemos que os próximos episódios desenvolvam este ponto e tornem a personagem de Major um pouco mais interessante.

Este episódio, embora inicialmente lento, claramente marcou o início do final da temporada e conseguiu despertar interesse pelo que aí vem.

0 78 100 1
78%
Average Rating
  • Um episódio inicialmente lento mas que marca o início do final da temporada e desperta interesse pelo que aí vem.
    78%

Comments