Frame by Frame Gotham TV

Gotham – 2×03 – Rise of the Villains: The Last Laugh

Gotham

(Pode conter SPOILERS)

Na semana passada, Jerome (Cameron Monaghan) protagonizou três momentos mesmo perturbadores feitos na série até agora, com um deles a envolver o massacre quartel da polícia de Gotham, vitimando 9 polícia e a comissária Sarah Essen (Zabryna Guevara). Como se podia estar esperar, Jim Gordon (Benjamin McKenzie) está fulo. Mesmo fulo. Seja a atirar criminosos por janelas abaixo ou a dar ordens aos seus colegas de trabalho. McKenzie consegue transmitir essa raiva ao mesmo tempo que nos mostra a faceta de um Gordon mais velho a que estamos mais habituados.

Mas como seria óbvio, a storyline Rise of the Villains procura centrar-se nos seus vilões. E se essa ideia tem resultado deste o início da temporada com resultados positivos, o lógico seria manter essa tendência. E este episódio fez isso mesmo, desta vez integrando o clã Galavan na história em vez de os submeter nos bastidores. Tabitha (Jessica Lucas) volta a servir de “músculos” da operação, mas desta vez ela obtém mais paleio [e uma certa cena partilhada com Barbara Kean (Erin Richards)], enquanto que Theo (James Frain) demonstra o porquê de ele ser o “cérebro” do seu esquema muito bem elaborado. Aliás, um rápido aparte: o seu discurso sobre legado pode conter alguma informação sobre as suas verdadeiras origens (possivelmente a muito recente Court of Owls?)

Mas estes vilões são ofuscados pela força da natureza que é Jerome. Mais uma vez, # Cameron Monaghan demonstra o porquê de ele ser muitas vezes apontado o Joker deste universo da FOX. Se no episódio anterior Jerome demonstrou ser bastante negro quanto aos seus esquemas, neste episódio ele mantém essa mesma boa forma. Neste episódio, fechou-se a porta sobre os seus daddy issues, e de um novo estratagema digna de uma história que envolva o Joker.

Também se teve direito a momentos isolados dos vilões, como o momento flirty entre a bela Leslie Thompkins (Morena Baccarin) e o fiel Alfred Pennyworth (Sean Pertwee), passando por mais um “namorico” entre os jovens Bruce (David Mazouz) e Selina (Camren Bicondova), passando por um confronto repleto de veneno entre o recém-regressado à polícia Harvey (Donal Logue) e Oswald Cobblepott (Robin Lord Taylor).

Poucos ou nenhuns defeitos posso apontar a este episódio, se bem que, por causa de umas questões de lógica de enredo, não se pode considerar como um episódio perfeito. Mesmo assim, é mais uma nota positiva para Gotham.

0 78 100 1

78%
Average Rating
  • 78%

Comments