Arrow Frame by Frame TV

Arrow – 4×22 – Lost in the Flood

Lost In The Flood

Arrow regressou esta semana com novos esforços para derrotar Damien Darhk (Neal McDonough) que se encontra agora com mais poder devido aos acontecimentos do episódio anterior. Cabe a Felicity (Emily Bett Rickards), Noah (Tom Amandes) e Curtis (Echo Kellum) retirar a Darhk o controlo que tem sobre Rubicon e que lhe permite destruir o planeta, enquanto Oliver (Stephen Amell) e Diggle (David Ramsey) tentam encontrar e salvar Thea (Willa Holland).

Este episódio, apesar de tudo o que estava em jogo, foi mais leve do que o normal, com alguns momentos de humor bem conseguidos e que são sempre bem-vindos. Finalmente os protagonistas descobriram aquilo que já sabíamos há algum tempo, a existência de Tevat Noah e o seu propósito. A série voltou a utilizar Lonnie Machin (Alexander Calvert) e desta vez também Cooper Seldon (Nolan Gerard Funk), embora desta vez a inclusão destas personagens faça mais sentido e tenha um propósito mais claro.

Descobrimos ainda um pouco mais sobre o passado familiar de Felicity, o que contribuiu para injetar alguma emoção necessária num episódio que, mais uma vez, não foi capaz de criar a tensão que devia dada a gravidade da situação.

Os flashbacks desta semana tentaram demonstrar a forma como o ídolo afeta alguém desde o início, algo sem dúvida interessante, mas que falhou por ser apressado. Tendo em conta que nada de muito importante se tem passado nos últimos flashbacks, a oportunidade de ver como o ídolo afeta alguém ao longo de algum tempo teria sido pertinente e muito mais interessante do que aquilo que vimos até agora. Foi assim uma oportunidade perdida.

Embora tenha caído em alguns erros, com alguns momentos previsíveis e acontecimentos demasiado convenientes, este episódio conseguiu finalmente, e de forma eficiente, explicar porque tanta gente seguiu Darhk até Tevat Noah, ainda que tarde demais. Como penúltimo episódio da temporada, não foi capaz de deixar o público ansioso pela resolução deste enredo, mas ainda assim foi um pouco melhor do que aquilo a que estamos habituados.

0 67 100 1
67%
Average Rating
  • Embora tenha caído em alguns erros conseguiu finalmente explicar a atração de Damien Darhk.
    67%

Comments